Powered by WP Bannerize

CAP vai ao Hospital do Câncer anunciar doação para instituição no jogo contra o Cruzeiro

Publicado em: 02/03/2018
 

O CAP vai doar para o para o Hospital do Câncer de Patrocínio, Dr. José Figueiredo, R$ 5 reais de cada ingresso vendido para o jogo entre Clube Atlético Patrocinense e o Cruzeiro, dia 11 de março, no estádio Pedro Alves do Nascimento.

Nesta quinta-feira, 1, pela manhã, quando membros da diretoria, o técnico Wellington Fajardo, o capitão Diego Borges, o atacante Ademir; o médico do clube, Otávio Sia; e os diretores Valtinho do Jandaia, Marcão, Kitute, Fúlvio e Maurício Cunha estiveram no HC para anunciar a parceria, que foi feita pelo presidente do hospital, Thiago Miranda de Oliveira.

A camisa autografada pelos campeões do Módulo II ano passado, pelo CAP, foi doada ao HC

cap-hc-01-03-1808

Pelo que informaram os diretores das duas instituições, os ingressos começam a ser vendidos nesta sexta-feira (02), com dois valores: R$ 80 reais e R$ 150 reais cadeiras, com meia entrada ao valor de 50% da inteira. Torcedores do CAP e do Cruzeiro pagarão o mesmo valor, embora tenha sido ventilado que os cruzeirenses pagariam R$ 100 reais. O presidente Maurício Cunha disse que a única coisa que vai prevalece é o uso de camisa por torcida. Quem tiver de grená ou de azul, mesmo que seja torcedor das duas equipes, terá que ficar na torcida correspondente para evitar confusão.

De acordo com Maurício Cunha, a expectativa é que o estádio Pedro Alves receba a carga máxima de torcedores que é de 7.500. Se o publico foi de pelo menos 6 mil pessoas, estará garantida uma renda de R$ 30 mil para o HC. Todo o torcedor que for ao Pedro Alves, independente do seu time, estará doando cinco reais para o Hospital do Câncer de Patrocínio.

cap-hc-01-03-1801

Dirigentes das duas entidades, o tecnico e jogadores, assistiram emocionados os vídeos sobre o trabalho no combate ao câncer

Como foi. Às 10 horas, como havia sido combinado, os dirigentes do HC e do CAP, mais imprensa e convidados estavam na sede do hospital para o anúncio.

O presidente do HC, Thiago Miranda, falou que é muito importante a participação da sociedade porque o HC não tem ajuda dos governos, vive de doações e gasta tudo o que consegue com o pagamento de medicamentos, médicos, exames e da estrutura do hospital.

Drama pessoal. Thiago Miranda surpreendeu a maioria das pessoas ao contar que ele próprio viveu o drama de enfrentar a doença, quando um dentista constatou um tumor na sua face. Ele foi para São Paulo e foi feita uma cirurgia longa, onde o tumor foi retirado. Para sua sorte, era benigno.

O presidente do CAP, Maurício Cunha, levou um vídeo de uma reportagem que mostra a força e a resignação de mulher com câncer terminal. Muito emocionante. Depois, doou a camisa que ganhou dos atletas – com as assinaturas de todos – do time que foi campeão do Módulo II do ano passado. Thiago prometeu colocar num quadro e deixar exposto na entrada do Hospital do Câncer.

Welington Fajardo, técnico; Ademir, artilheiro do time; Diego Borges, capitão da equipe; todos falaram da importância do encontro desta quinta-feira. Cada um tinha uma história pessoal para contar.

O capitão Diego Borges, disse que passaria a todos o que viu para mobilizar a equipe para agir em prol do HC Dr. José Figueiredo

Os ingressos estarão a venda na Adega Gold, Casa das Antenas, Denga, Lanchonete Mineira, Posto Jandaia, Posto União e Sacolão da Economia.

(Redehoje)