Por que o hábito de segurar o cocô pode prejudicar a sua saúde?

Publicado em: 07/11/2016
 

Cinquenta e três horas é o tempo máximo que o intestino leva para transformar aquilo que você comeu na última refeição em um “pacote” pronto para ser eliminado do organismo. E quando esse momento chega, não tem como não perceber: a vontade de fazer cocô é incontrolável. Só que, muitas vezes, você escolhe contê-la: em vez de usar o banheiro do trabalho, da balada ou da casa da amiga, acaba fazendo uma forcinha (contrária) para segurar tudo lá dentro.

 

Leia também: Livre-se da prisão de ventre e desinche a barriga

 

Ignorar os sinais de que devemos ir ao banheiro quando o cocô bate à porta faz com que as fezes voltem para o cólon e fiquem absorvendo água e endurecendo até a próxima chamada. Além de originar desconforto e inchaço, isso pode ocasionar uma série de outros problemas, como prisão de ventre e hemorroidas. Em casos mais graves pode até gerar uma distensão do intestino e a perda de força dos músculos do reto.

 

E mais: Acupuntura pode ser aliada contra a prisão de ventre

Então, para evitar toda essa dor de cabeça, ouça seu corpo e tente ir ao banheiro sempre que der vontade, não importa onde esteja – o normal é evacuar de duas vezes ao dia a três vezes por semana.

  • msn