Powered by WP Bannerize

Polícia Militar age rápido, prende suspeitos de assalto à relojoaria e recupera material roubado

Publicado em: 01/12/2018
 

Depois de uma grande busca em uma mata nas imediações da rua São Geraldo, os policiais também conseguiram recuperar as joias levadas pelos criminosos.

 

Os dois homens suspeitos de assaltarem uma relojoaria na Avenida Brasil em Patos de Minas na manhã desta sexta-feira (30) não conseguiram escapar da Polícia Militar. Eles foram presos ainda durante a fuga. Depois de uma grande busca em uma mata nas imediações da Rua São Geraldo, os policiais também conseguiram recuperar as joias levadas pelos criminosos. Um terceiro envolvido também foi preso por receptação

 

O assalto aconteceu por volta de 8h59 desta manhã. Os criminosos chegaram em uma motocicleta e renderam as pessoas que estavam no local. Pablo Bomtempo da Silva Marques de 20 anos e Mauro Vinícius Expedito Silva de 19 anos levaram apenas um minuto para roubar dois mostruários de alianças, incluindo bijuterias e algumas peças de ouro. As câmeras de segurança mostraram os dois fugindo em uma motocicleta azul.

 

A Polícia Militar foi acionada e não deu folga para os autores. Eles foram abordados na Rua São Geraldo ainda em fuga. Na tentativa de fugir da PM, eles acabaram batendo a motocicleta em uma das viaturas que faziam o cerco vindo a cair ao solo. Pablo foi preso em flagrante e Mauro correu para o meio do mato deixando o companheiro para trás e a motocicleta usada no assalto que é produto de furto. De acordo com a Tenente Cristina, a motocicleta usada no crime foi furtada nessa quinta-feira (29) no Bairro Nova Floresta.

 

Os policiais militares fizeram um cerco e conseguiram localizar Mauro no meio do matagal na Rua São Geraldo. Depois de muito trabalho e um grande efetivo, os policiais localizaram a mochila usada pelos assaltantes. Lá estava a réplica de uma pistola e várias joias que foram levadas no assalto. Mauro e Pablo foram conduzidos para a Depol. Paulo Ricardo de Oliveira Silva de 28 anos também foi preso pelos militares. Segundo a Tenente Cristina, ele seria o receptador de todo o material uma vez que Mauro e Pablo estariam devendo uma certa quantia de dinheiro para ele.

 

A Polícia Militar ainda está apurando para saber se Pablo, Mauro e Paulo, presos em flagrante pelo roubo à relojoaria, têm envolvimento em outros assaltos registrados na cidade. Os policiais ainda apreenderam uma motocicleta que foi furtada no início de Novembro. Ela é vermelha e eles pintaram de preto para tentar ludibriar os militares. Os policiais a foram localizadas partes da motocicleta.

(Patoshoje)