Powered by WP Bannerize

Pera diminui risco de diabete e doenças do coração

Publicado em: 17/01/2017
 

Não faltam motivos para incluir essa fruta no cardápio todos os dias. Conheça os principais.

 

Ela sempre ficou à sombra de sua prima-irmã, a maçã. Mas saiba que a pera não deixa nada a desejar em termos de benfeitorias à saúde. Um dos principais motivos tem a ver com seu alto teor de fibras – são aproximadamente quatro gramas em uma unidade –, substâncias que combatem a prisão de ventre e controlam as taxas de colesterol e glicose no sangue.

 

Leia mais: Quais frutas se destacam no combate ao câncer?

 

Mas, para garantir o aproveitamento total desses ingredientes, tem que comer a fruta inteira, com casca e tudo. Até porque nessa parte do alimento também residem boa parte dos seus compostos fenólicos – antioxidantes que barram a ação dos perigosos radicais livres.

 

Leia mais: Truques para aproveitar as fibras ao máximo

 

Segundo estudos, essa combinação é excelente para prevenir e combater o diabete tipo 2, além de diminuir o risco de doenças cardiovasculares. Um grupo que devia dar atenção especial à pera é o de praticantes de atividade física.

 

Afinal, como a presença de fibras faz o açúcar – fonte de energia – ser liberado de forma gradual na corrente sanguínea, o resultado é pique extra para malhar. Aliás, deixar a digestão mais vagarosa tem outra bela vantagem: a fome demora a aparecer. O fato de a fruta ser lotada de água é outra característica que joga a favor da saciedade e, como consequência, da barriga enxuta.

 

Em contato com o oxigênio, a polpa da pera sofre um processo oxidativo e escurece. Se quiser evitar que seu suco fique marrom depois de alguns minutos, o jeito é colocar laranja ou caju na receita. Essas frutas são cheias de vitamina C, nutriente que barra a oxidação.

 

Tabela nutricionalEnergia – 68,9 cal
Fibras – 3,9 g
Potássio – 150 mg
Vitamina C – 3,6 mg
Carboidratos – 18,2 g
* Os valores se referem a 130 gramas, o equivalente a uma unidade de pera

*** Saúdeabril.