Powered by WP Bannerize

Patrocinio e cidades vizinhas participam de seletiva com observador do Cruzeiro

Publicado em: 14/07/2014
 

GILMAR FRANCISCO, você saberia quem foi? Para muitos este nome é desconhecido, mas para a maioria dos cruzeirenses ele foi um verdadeiro ídolo. Um zagueiro clássico, que saía bem para o jogo, batia muito forte na bola e tinha boa jogada aérea. Assim era Gilmar Francisco, defensor revelado nas categorias de base do Cruzeiro na década de 1980 e que participou de grandes confrontos contra o Atlético. Gilmar foi um exímio colaborador e responsável pela alegria de milhares de torcedores cruzeirenses que viram seu time conquistar muitas vitórias e ser campeão em diversas modalidades.

 

Carreira

Gilmar Francisco, além do Cruzeiro (1985-1991), defendeu o Uberlândia (1983-1985), o Botafogo-RJ (1992) América-RJ (93), Paysandu (94-95), Araçatuba-SP (96), Paulista-SP (97), Esporte Clube Farense-Portugal (98), Ypiranga-MG (99), Nacional-AM (2000), até encerrar a carreira no Nacional-SP, em 2001.

 

Títulos

Pelo Cruzeiro foram dois títulos mineiros, em 1987 e 1990. No Uberlândia Gilmar venceu a Taça de Prata, em 1984. No Nacional-AM, levantou o caneco do Campeonato Amazonense.

 

E atualmente, você saberia dizer quem é GILMAR FRANCISCO? ele, que jogou por cinco anos no time cruzeirense, entre 1986 e 1991, assumiu no início do ano passado múltiplas funções nas categorias de base do clube mineiro. O ex-zagueiro além de supervisionar o time de intercâmbios do Cruzeiro, onde atuam jovens jogadores estrangeiros que vêm aprender a jogar futebol, também é auxiliar técnico do pré-infantil e mirim e faz o trabalho de observação de novos atletas para essas categoria.

“Faço o que é preciso aqui. Trabalho como supervisor, observador, auxiliar técnico, treinador, faço aqui vários papéis. Estou disposto a fazer o que é preciso e o que pedem”, comentou o ex-zagueiro.

O projeto de intercâmbio criado pelo Cruzeiro consiste na vinda de jovens jogadores de fora do país, para treinar e conviver na Toca da Raposa I, aprendendo um pouco sobre o futebol brasileiro. Segundo Gilmar Francisco, é montado um time de intercambistas que disputam partidas amistosas e a Cruzeiro Youth Cup, torneio que conta com a participação de equipes brasileiras e estrangeiras na Toca da Raposa I.

De acordo com Gilmar Francisco, jogadores da Austrália, Canadá, Coréia do Sul e Japão, países que têm parcerias com o clube mineiro e ficam hospedados na Toca da Raposa II por tempo indeterminado, podendo variar de alguns meses até vários anos. Mas o intercambio não fica restrito apenas ao futebol, eles podem participar e conviver também na escola do Cruzeiro.

“O time de intercâmbio foi a forma que o Cruzeiro encontrou para trazer jogadores de outros países para ficar aqui no clube. Eles vêm para cá durante todo o ano, sem uma data para voltar. Participam de torneios, amistosos, treinamentos, palestras, enfim, têm toda uma estrutura envolvida nisso, é um grande projeto”, disse Gilmar Francisco.

 

Nesta semana que passou, Patrocínio e região tiveram a honra de receber em seus gramados a ilustre presença do observador técnico GILMAR, que durante três dias esteve desenvolvendo uma importante missão junto aos jovens adolescentes. Ele veio participar de uma seletiva previamente organizada por MARCELO FERNANDES, coordenador da Escolinha do Cruzeiro em Patrocínio.

Nos dias 10 e 11 de julho 440 atletas adolescentes participaram da seletiva no Estádio “Danilão” na cidade de Cruzeiro da Fortaleza-MG; nada escapava aos olhos do observador técnico GILMAR, que anotava cuidadosamente em sua agenda o desempenho de cada atleta e ao final da jornada fazia suas críticas, buscando sempre o construtivismo para o atleta, mas mostrando a realidade como ela é.

Na quinta-feira (10) ocorreu a primeira etapa da seletiva; cada atleta procurava exibir seus talentos, tentando mostrar suas técnicas e conhecimentos. Os atacantes queriam a todo custo realizar jogadas talentosas, fazer gols bonitos e causar uma boa impressão ao observador; já os zagueiros procuravam formar um verdadeiro paredão, não deixando o adversário progredir em suas jogadas. E o que dizer dos goleiros? Estes, sim, faziam verdadeiros milagres para impedir que a bola chegasse ao fundo do gol. A seletiva também contou com a presença da ilustre vereadora de Cruzeiro da Fortaleza, CLEUSA MARIA ALVES SILVA, que levou palavras de incentivo aos atletas e na oportunidade fez questão de enfatizar que o poder público municipal está oferecendo apoio e condições materiais como incentivo ao esporte naquele município. Também naquela oportunidade o vereador CARLAO de Patrocínio se fez presente em Cruzeiro da Fortaleza.

Na sexta-feira (11), segundo dia da seletiva foi a vez de WALDIR SILVA dar o ar de sua graça. Atuando como observador técnico e residindo em Araguari-MG, WALDIR também fez parte da equipe do Cruzeiro Esporte Clube e foi o responsável pela revelação do zagueiro GILMAR no cenário esportivo, bem assim de MARCELO FERNANDES. Para WALDIR SILVA é importante o incentivo não só do poder público, mas também de toda a sociedade e lembrou que as dificuldades para se galgar os degraus do sucesso como atleta profissional são muitas, mas é necessário ter objetivo, força de vontade e treinamento constante.

No sábado (12) ocorreu a terceira etapa da seletiva, desta vez em Patrocínio, no estádio do Ferroviário; ali se reuniram 220 atletas de Patrocínio, Perdizes e Santa Juliana. Mais uma vez o observador técnico GILMAR fixou atentamente seu olhar em cada participante, observando cada passo, jogada e movimento realizado pelo atleta. Ao final da seletiva GILMAR se reuniu com os garotos e passou a fazer importantes explanações sobre seu trabalho. Ele fez questão de deixar bem claro que para a formação de um bom atleta são necessário diversos requisitos, tais como uma boa alimentação, treinamento constante, convivência social e familiar, continuidade na vida escolar, respeito ao seu semelhante e ainda o desenvolvimento de técnicas específicas para a atividade esportiva.

Ao final de suas observações GILMAR selecionou alguns atletas que se destacaram durante os treinamentos. Os selecionados ainda continuarão sendo observados e poderão ser encaminhados para a realização de testes junto ao clube em Belo Horizonte e caso se sobressaiam bem poderão fazer parte da elite do futebol num futuro próximo.

MARCELO FERNANDES fez questão de agradecer a cada um dos atletas que participaram da seletiva; lembrou das dificuldades enfrentadas por ele antes de ser revelado ao Cruzeiro Esporte Clube e disse que foi somente com muita força de vontade e determinação que conseguiu superar os obstáculos. Para MARCELO as dificuldades enfrentadas no interior ainda são enormes, principalmente devido a falta de incentivo e apoio por parte do poder público; falta material de apoio, condições para treinamentos e viagens e, principalmente, local apropriado para os treinos em campo de futebol. Agradeceu também o esforço de GILMAR para se fazer presente na seletiva, mostrando assim que o esporte ainda continua sendo uma corrente muito forte na vida do adolescente e um caminho seguro e confiante para a fuga das drogas e da criminalidade, pois faz com que a prática de modalidades esportivas preencha a mente do atleta com atividades benéficas e saudáveis para o corpo e o espírito.

 

Uaigente – compromisso com a verdade.

 

Confira o painel de fotos.