Padre da região é preso em Caldas Novas suspeito de praticar sexo oral em sauna com garoto deficiente

Publicado em: 06/06/2016
 

Segundo o site “Plantão Policial” de Alisson Maia, no final da tarde de sábado, 4 de junho,policiais militares de Caldas Novas (165 km de Goiânia) prenderam em flagrante Fabiano Gonzaga, que mora em Frural (MG) acusado de ter abusado sexualmente de um adolescente com deficiência mental  de Brasília (DF) dentro de uma sauna em um clube localizado no centro da cidade.

Segundo informações da polícia e através dos relatos colhidos, ambos, autor e vítima estavam na sauna quando Fabiano teria feito sexo oral no jovem que ao sair do local do abuso foi até sua mãe e narrou todo fato.  A polícia militar foi acionada pela mãe do jovem e todos foram parar na delegacia.

A delegada titular da delegacia de proteção a criança e adolescente (DPCA) Sabrina Leles (foto) ouviu a mãe e a vítima que narrou detalhes do fato.

Fabiano então recebeu voz de prisão e foi levado ao presídio local. Durante a identificação do acusado descobriu que tratava-se de um padre de Minas Gerais que estava hospedado no mesmo hotel da vítima.

As investigações continuam, mas para delegada com a riqueza de detalhes contados pelo adolescente não há duvidas para manter o padre preso pelo abuso praticado. Caso o fato seja devidamente comprovado o acusado poderá pegar até 15 anos de reclusão.

O padre confirmou à polícia que encontrou o adolescente, mas disse que não praticou o crime. Mesmo assim, baseado no relato da mãe e do menino, a delegada resolveu decretar a prisão em flagrante.

No mesmo dia do fato, 4 de junho, no Vaticano o Papa Francisco disse que não poupará Bispos que negligenciarem contra casos de abusos de menores e incapazes e os crimes foram acrescentados no direito canônico. “Com a presente, quero precisar que entre estas chamadas ‘causas graves’ se inclui (a partir de agora, NR) a negligência dos bispos no exercício de suas funções, em particular no que diz respeito aos casos de abusos sexuais contra menores e adultos vulneráveis”, escreveu Francisco.

fonte: patrocinioonline.