Powered by WP Bannerize

O Hip Hop tomou conta da esplanada dos Museus

Publicado em: 14/11/2017
 

A gestora de projetos da Secretaria Municipal de Cultura, Jô Caixeta, que na oportunidade estava representando a secretária Eliane Nunes, falou da alegria em poder contribuir com esse movimento cultural. “ É a sociedade que aponta os caminhos da cultura na cidade, e o hip hop está presente graças ao esforço de cada um de vocês, por isso nada mais justo que abrir a Semana da Consciência Negra, celebrando o Dia Municipal do Hip Hop” afirmou, agradecendo a todos os parceiros.

 

O Vereador Professor Alexandre Vitor Castro da Cruz, autor do projeto que deu origem a Lei nº 4915 de 14 de julho de 2017, instituindo a Semana e o Dia Municipal do Hip Hop, parabenizou os artistas e falou da importância dessa comemoração. “Precisamos dar visibilidade a cultura popular manifestada em nossa cidade, trazendo a população para os ocupar os espaços públicos que são deles por direito” afirmou o vereador, chamando a atenção para que essa semana seja de reflexão para o respeito a todas as formas de cultura.

 

Matheus Caixa D’Água comandou as apresentações enfatizando que “o hip hop é expressão que retrata a personalidade e o que vivem diante da sociedade, é um grito de denúncia e justiça, que merece respeito”. Diversos representantes do hip hop no município se apresentaram, dentre eles Romário com o discurso do hip hop, SN Mercenários, WK Eternit, Freestyle e Família SDC.

 

Durante a semana ainda haverá Encontro de Congados, Movimento da Religiosidade Afro-Brasileira, Oficinas do Programa Arte Viva sobre Consciência Negra, Sarau sobre Arte, Cultura e Protagonismo Negro e o 1ª Encontro Municipal de Capoeira do Programa Arte Cidadã, com entrega de faixas aos participantes.

Fique atento a programação e participe!