Powered by WP Bannerize

Saúde

Comer pepino faz bem à saúde


Publicado em: 06/03/2017
 

O pepino é um vegetal muito pobre em calorias mas rico em água, em minerais e antioxidantes que ajudam a hidratar o corpo, manter o funcionamento do intestino garantindo assim a saúde.

Além da polpa, a casca e as sementes também podem ser ingeridas e são ricas em fibras e em betacaroteno, que contribuem para a saúde dos olhos, pele e dos cabelos.

Assim, os benefícios do pepino para a saúde são:

  • Ajudar a emagrecer, por que é pobre em calorias e dá a sensação de saciedade;
  • Melhora a contração e saúde muscular, por conter potássio e magnésio;
  • Melhora a circulação sanguínea, por ser pobre em gorduras e rico em água;
  • Mantém a hidratação, por ser feito principalmente de água;
  • Melhora o trânsito intestinal;
  • Prevenir câncer, por ser rico em flavonoides e lignanas, que são antioxidantes poderosos;
  • Melhorar a saúde da pele, unhas, olhos e cabelo, por conter antioxidantes e carotenoides;
  • Melhorar a saúde do coração, por ser rico em potássio.

A casa rígida do pepino e seu interior rico em água, lhe garantem uma temperatura sempre menor do que a do ambiente, o que o torna excelente para refrescar e tonificar a pele quando colocado sobre a pele ou sobre as olheiras por exemplo.

Comer pepino faz bem à saúde

Para obter esses benefícios, deve-se consumir o pepino de 1 a 3 unidades por semana, que podem ser usadas em saladas, sucos e na forma de picles. Mas para consumir o pepino quando a digestão do pepino não é bem feita, uma boa alternativa é colocar rodelas de pepino na água e beber á água durante o dia. Para cada litro de água 250 g de pepino.

Informação nutricional e como usar

A tabela a seguir traz a composição nutricional em 100 g de pepino cru.

Carboidrato 1,7 g Carotenoides 35 mcg
Proteína 1,4 g Potássio 140 mg
Gordura 0,6 g Magnésio 8 mg
Fibra 0,7 g Fósforo 18 mg
Energia 19 kcal

O pepino pode ser consumido cru, adicionado em sucos e vitaminas ou consumido na forma de picles, que conserva o alimento por mais tempo. Porém nem todas as pessoas conseguem digerir de forma eficiente o pepino, e uma boa alternativa para ingerir, fibras e vitaminas com poucas calorias é a abóbrinha ou a beringela.

Receita de Picles de Pepino

Ingredientes:

  • 1/3 de xícara de vinagre de cidra ou maçã
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1/2 colher de chá de gengibre ralado
  • 1 pepino japonês

Modo de preparo:

Misturar o açúcar, o vinagre e o gengibre e mexer até todo o açúcar dissolver. Acrescentar o pepino cortado em fatias bem finas com a casca e deixar durante pelo menos duas horas na geladeira antes de servir.

Comer pepino faz bem à saúde

Suco Detox de Pepino

Ingredientes:

  • 2 maçãs com casca
  • 1 pepino médio
  • 3 folhas de hortelã

Modo de preparo:

Retirar as sementes das maçãs e bater todos os ingredientes no liquidificador. Beber gelado, sem adicionar açúcar.

Salada de Pepino

Ingredientes:

  • 4 folhas de alface
  • 1/2 maço de agrião
  • 1 tomate em cubos grandes
  • 1 ovo cozido
  • 1 pepino em tiras ou em cubos
  • 1 cenoura ralada
  • Azeite, vinagre, salsa, limão e orégano para temperar.

Modo de preparo:

Cozinhar o ovo e cortar os vegetais, misturando tudo e temperando como desejar. Servir fresco como entrada do almoço ou do jantar. Se desejar, pode adicionar frango desfiado ou atum para consumir do jantar.

(Tua saúde)



Manter-se hidratado ajuda a eliminar 60% das causas do mau hálito


Publicado em: 03/03/2017
 

O consumo adequado de água pode eliminar as causas da halitose, geralmente relacionada à problemas bucais. De acordo com um estudo publicado no International Journal of Dental Hygiene, a hidratação pela manhã pode reduzir o mau hálito matinal em 60%. O mesmo é válido para bochechos, que também possibilitam a eliminação das causas do problema.

 

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Halitose (ABHA), cerca de 30% da população, equivalente a 50 milhões de pessoas, sofre do problema no Brasil. A halitose tem cerca de 60 causas distintas e, em mais de 90% dos casos, a origem vem da cavidade bucal, com ou sem alteração sistêmica.

 

A cirurgiã-dentista Ana Paula Tokunaga (CROPR 19056) explica que a ingestão de água logo ao acordar rompe um longo período de salivação baixa, umedecendo as mucosas e reidratando o organismo. “Quando você está de boca fechada, acaba tendo uma proliferação maior de bactérias anaeróbicas, que precisam de pouco ou nada de oxigênio. E essas bactérias acabam aumentando o mau hálito”, esclarece. Ela afirma que quando a pessoa fica em um longo período de jejum, o organismo queima mais gordura do que glicose, liberando compostos com base de enxofre. “O gás de enxofre, que tem cheiro ruim, é absorvido pela corrente sanguínea e expelido na respiração”.

 

Ana Paula explica que a hidratação adequada, de forma geral, aumenta o fluxo salivar e isso acarreta na limpeza bucal. De acordo com a profissional, a saliva, composta em 95% de água, auxilia na redução do mau hálito. “Se você estiver sempre se hidratando, vai ajudar a aumentar o fluxo salivar. Além própria água agir dentro da cavidade bucal e fazer essa limpeza”.

 

O consumo de água contínuo, dessa forma, é um aliado na redução da halitose. A principal forma de combater o problema é realizando a higiene correta dos dentes, gengivas, língua e garganta, responsáveis por no mínimo 90% dos casos. “É difícil falar em acabar com o mau hálito, porque a gente não sabe a causa, mas a água pode ser uma aliada no combate ao mau hálito”, salienta Ana.

(MSN)



Beterraba diminui a pressão e previne câncer


Publicado em: 02/03/2017
 

A beterraba é uma raiz que traz diversos benefícios para a saúde, como:

  1. Diminui a pressão alta: contém nitratos que ajudam relaxar os vasos sanguíneos;
  2. Melhora o rendimento do treino: por relaxar os vasos sanguíneos permite que mais nutrientes cheguem aos músculos;
  3. Fortalece o sistema imune: é rica em zinco que ativa um hormônio que aumenta a produção de células de defesa do organismo;
  4. Previne e combate anemia: por conter ferro e vitaminas do complexo B evita e trata esse tipo de anemia;
  5. Mantém a saúde dos músculos: contém potássio e cálcio, importantes para a manutenção de fibras musculares saudáveis;
  6. Protege o sistema nervoso: por ser rica em vitamina B1 e B2;
  7. Previne o envelhecimento precoce: contém elevados níveis de vitamina C, que é um potente antioxidante que evita o envelhecimento das células;
  8. Controla o colesterol e protege o coração: tem alto teor de fibras que reduzem a absorção de colesterol no intestino;
  9. Previne o câncer: além da vitamina C, é rica em outro antioxidante, a betalaína, que diminui o risco de câncer;
  10. Mantém a saúde dos olhos e previne cataratas: contém vitamina A que é importante na manutenção da saúde ocular;
  11. Previne problemas no fígado e nos pulmões: devido à presença de vitamina C e betalaína.

Para obter todos estes benefícios, deve-se consumir cerca de 250 ml de suco de beterraba diariamente, sendo importante lembrar que pessoas com pedras nos rins de oxalato de cálcio devem evitar o consumo excessivo de beterraba.

Informação nutricional e como usar

A tabela a seguir traz a composição nutricional em 100 g de beterraba crua e cozida.

Informação Nutricional Beterraba crua Beterraba cozida
Energia 32 kcal 49 kcal
Carboidratos 11,1 g 7,2 g
Proteína 1,9 g 1,3 g
Gordura 0,1 g 0,1 g
Fibras 3,4 g 1,9 g
Ferro 2,5 mg 1,0 mg
Potássio 375 mg 245 mg
Vitamina B1 0,04 mg 0,09 mg
Cálcio 32 mg 27 mg

A beterraba pode ser consumida em saladas cruas, cozidas ou em sucos, sendo ideal consumi-la na forma crua, pois o seu principal nutriente antioxidante, a betalaína, é perdido quando colocado em temperaturas elevadas.

Receita de Suco de Beterraba e Abacaxi

Ingredientes

  • Meio pepino
  • Uma rodela de abacaxi
  • 80 gramas de beterraba crua
  • Suco de meio limão

Modo de preparo: Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber gelado.

(Tuasaúde)



Conheça mais sobre os benefícios da BANANA


Publicado em: 25/02/2017
 

A banana é uma das frutas mais populares no mundo: elas é nutritiva, contém fibras e antioxidantes. No entanto, muitas pessoas têm dúvidas sobre a banana, devido ao seu alto teor de açúcar e carboidratos.

Composição e Propriedades da Banana

Quando a banana é verde, ela é rica amido e amido resistente. Quando amadurece, esse amido se transforma em açúcar. Por isso, mais de 90% da composição das bananas são carboidratos, e ela acaba tendo baixos níveis de proteínas e gorduras. Os açucares da banana — sacarose, frutose e glicose — quando combinados com sua fibra, promovem grande energia ao corpo.

 

A banana é uma fruta rica em fibras, potássio, vitaminas C e vitaminas B1, B2, B6, além dos minerais como magnésio, cobre, manganês, cálcio, ferro e ácido fólico.

 

A banana também contém compostos antioxidantes como a dopamina e catequina. A banana contém triptofano que atua na produção de serotonina, que ajuda a relaxar e manter o bom humor.

Biomassa de Banana Verde

Benefícios da Banana

A banana verde é rica em amido resistente, um tipo de carboidrato indigerível. Por isso a biomassa de banana verde é tão saudável: o amido resistente não é digerido no estômago e é facilmente eliminado pelo bolo fecal com parte da gordura e açúcar digeridos. Esse amido é favorável à redução dos níveis de colesterol e triglicerídeos, por aumentar os meios de excreção e redução de gordura. Ele também desempenha um efeito semelhante ao das fibras porque provoca a sensação de saciedade mais rapidamente e resulta em um maior controle da glicose no sangue.

 

A banana verde é fonte de prebióticos (que nutrem nossa flora microbiana intestinal) e simbióticos (que aumentam a quantidade de bactérias benéficas como os lactobacilos).

 

Benefícios da Banana

Benefícios da Banana
  • Rica em potássio, perfeita para baixar a pressão arterial.
  • Ricas em fibras, a inclusão de bananas nas dietas ajuda a normalizar o trânsito intestinal, permitindo melhorar os problemas de constipação sem o uso de laxantes.
  • A banana acalma o estômago e ajuda na digestão.
  • Comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis adequados de açúcar no sangue, combatendo o cansaço.
  • Rica em vitamina B, acalma o sistema nervoso.
  • Ajuda a normalizar os batimentos cardíacos. Quando estamos estressados, reduz-se os níveis de potássio no organismo. A banana, rica nesse mineral, pode ajudar a reequilibrar esse potássio no organismo.
  • Além de garantir saciedade por mais tempo e dar uma segurada na fome, a banana ajuda melhorar a sensação de bem-estar.

Tipos de Banana

Não existe um tipo que seja muito melhor nutricionalmente que as outras. O valor nutritivo varia ligeiramente para cada espécie, mas todas as bananas têm características semelhantes. Existe apenas uma diferença sutil no aroma, no sabor e na textura delas.

  • Banana-da-terra. Boa para cozinhar, assar ou fritar.
  • Banana prata. Ideal para preparação de vitaminas e comer in natura.
  • Banana maçã. Excelente para comer ao natural e fazer purês.
  • Banana nanica. Indicada para fazer bolos.
  • Banana-ouro. É a menor e mais doce, boa para adoçar bolos e vitaminas.

Como consumir a banana?

Benefícios da Banana

Opções de como consumir a banana não faltam, basta ter criatividade para usar essa fruta tão versátil.

  • Para um lanche entre as refeições: corte uma banana em rodelas em um pote, acrescente goji berry, castanhas e nibs de cacau. Fica nutritivo e sacia a fome.
  • Você também pode preparar um bolo de banana saudável sem glúten. Confira a receita aqui.
  • Outra opção é uma vitamina de banana que pode ser uma refeição completa. Ingredientes: Um copo de leite de coco (pode ser outros tipos como linhaça, gergelim, amêndoas), uma banana, 2 colheres de sopa de cacau em pó ou cacau nibs, uma colher de sopa de proteína (whey protein ou outras), um punhado de fruta seca (pode ser uva passa, ameixa preta ou tâmara). Se preferir mais docinha, coloque açúcar de coco ou melado.

Bata tudo no liquidificador e coloque gelo. Caso não use o leite de coco ou o leite de amêndoa (que que já têm a sua gordura própria), acrescente uma colher de óleo de coco.

 

A banana pode ser consumida por diabéticos?

Há opiniões contraditórias sobre se as bananas são boas para diabéticos ou não. É verdade que as bananas são ricas em amido e açúcar: poderíamos esperar que causassem um grande aumento do açúcar no sangue. Mas, devido ao seu baixo índice glicêmico, as bananas não elevam os níveis de açúcar no sangue da mesma forma que outros alimentos.

Claro, assim como com quaisquer alimentos ricos em açúcar e carboidratos, diabéticos devem monitorar com cuidado seus níveis de açúcar no sangue após o consumo.

Ou seja, o consumo de banana parece não ter qualquer efeito adverso grave, pelo menos quando consumido com moderação.

A banana pode ser usada na pele e nos cabelos?

Benefícios da Banana

Para quem gosta de opções naturais para tratar a pele e os cabelos, a banana pode ser usada como cosmético. A banana pode atuar como um hidratante natural para pele. As vitaminas e minerais da banana restauram a umidade perdida e repara a pele danificada, cansada e seca.

 

Para hidratar instantaneamente a pele cansada e seca, amasse ½ banana madura, acrescente 4 gotinhas de óleo essencial de lavanda ou sândalo e um pouquinho de mel, misture bem e aplique em seu rosto. Evite contato com os olhos. Deixe em sua pele por 20 a 25 minutos e em seguida enxágue bem.

 

Você também pode optar por usar a banana para hidratar e nutrir os cabelos. Confira a receita de máscara com banana para cabelos secos.

E você, costuma consumir banana diariamente?

(Beleza e saúde)



Conheça os benefícios que o ovo nos oferece


Publicado em: 21/02/2017
 

Graças aos seus níveis de colina, o consumo de ovo é muito importante para mulheres grávidas ou que estão amamentando, já que ele beneficia o desenvolvimento do sistema nervoso do feto e ajuda a prevenir defeitos no nascimento.

 

No passado as pessoas costumavam dizer que a quantidade máxima de ovos que podíamos comer era de três por semana, devido ao seu alto índice de colesterol que podia prejudicar nossa saúde.

 

Porém atualmente sabe-se que os ovos NÃO causam nenhum dano ou problema ao nosso corpo, vejamos por que…

 

Quais são os benefícios do ovo?

Durante muitos anos o ovo foi catalogado como um dos alimentos que podiam prejudicar a saúde de pessoas que o consumiam com certa frequência, diziam que ele era o grande responsável pelo aumento do colesterol ruim no sangue.

 

Essas afirmações foram desvirtuadas a pouco tempo, graças as pesquisas científicas realizadas em torno desse alimento; elas demonstraram que o ovo, sem dúvida alguma, não altera o colesterol.

 

Essas novas pesquisas afirmam que o consumo moderado de ovos oferece uma boa quantidade de nutrientes ao organismo, que são necessários para que tenhamos uma vida saudável.

 

O que realmente aumenta o colesterol no sangue é o consumo de gorduras saturadas e esse tipo de gorduras podem ser encontradas em lácteos integrais, gorduras de alimentos como queijos, iogurtes, leite, carnes gordurosas, as chamadas gorduras trans, que são encontradas na maioria das guloseimas que comemos como, pastéis, tortas, biscoitos e geralmente em massas utilizadas em confeitaria.

É necessário prestar atenção nas informações nutricionais dos alimentos, pois muitos apresentam margarinas ou óleos vegetais hidrogenados.

 

Dentro da grande quantidade de pesquisas realizadas sobre o ovo foi demonstrado que comer um ou dois ovos por dia não representa nenhum risco de sofrermos de doenças cardiovasculares.

 

Além disso, as pesquisas também demonstraram que o ovo possui um nutriente essencial para o funcionamento cardiovascular e cerebral chamado colina, que ajuda a metabolizar e diminuir a homocisteína, o que é muito benéfico visto que seus elevados níveis no organismo estejam associados ao aumento de doenças cardiovasculares.

 

Apesar de todas essas afirmações totalmente respaldadas e comprovadas cientificamente, ainda existem pessoas que são resistentes em acreditar nos benefícios que podemos obter ao consumirmos o ovo, continuam pensando que é prejudicial para a saúde e rejeitam com firmeza a ideia de inclui-lo em sua dieta.

 

O ovo é uma grande fonte de nutrientes

sobre-os-ovos

Apenas um ovo oferece 80 calorias, contém proteínas, colina, ferro e zinco, e a maioria desses nutrientes encontra-se na gema.

 

As proteínas contidas nos ovos são de excelente qualidade, oferecem os aminoácidos que nosso organismo necessita. Um ovo oferece aproximadamente seis gramas de proteínas, dentre as funções mais importantes que essas proteínas desenvolvem encontramos sua contribuição na formação do tecido muscular.

 

Além disso, é um componente essencial em todas as células, constituindo-se como parte vital do sistema imunológico, transportando substâncias no sangue e, além disso, fazendo parte de algumas enzimas, hormônios e neurotransmissores.

 

Na gema também encontram-se nutrientes chamados luteína e zeaxantina, que pertencem a família dos carotenoides, antioxidantes que ajudam a prevenir os danos visuais relacionados a idade, como a degeneração macular.

 

Para mulheres grávidas ou em período de lactação o consumo de ovo é muito importante, já que seu teor de colina beneficia o desenvolvimento do sistema nervoso do feto e ajuda a prevenir defeitos de nascimento.

 

Um ovo consumido inteiro oferece 125 ml de colina, uma mulher grávida precisa de 450 mg por dia e uma mãe amamentando necessita de 550 ml.

 

Os ovos podem permanecer frescos na geladeira durante aproximadamente 5 semanas. Caso desejemos saber se os ovos que vamos consumir estão frescos, simplesmente os jogamos em um recipiente com água e observamos seu comportamento. Se ele flutuar quer dizer que não está fresco. Quando quebramos o ovo e sua gema fica centrada é um sinal de que está fresco.

 

Como foi possível perceber, o ovo é muito saudável e não prejudica a saúde, não aumenta os níveis de colesterol ruim, algo que está cientificamente comprovado. Além disso, especialistas afirmam que é possível comer até dois ovos por dia sem problemas.

 

Além de nutritivo e saudável esse alimento é delicioso e pode ser preparado de inúmeras formas, fritos, cozidos, fritos em água, mexidos, assados, e no fim ficarão igualmente suculentos. Não deixe de inclui-los em sua alimentação.

(melhorcomsaúde)