Powered by WP Bannerize

Notícias

Pedidos de aposentadoria por telefone e internet começam hoje


Publicado em: 21/05/2018
 

A partir desta hoje (21), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixa de agendar o atendimento presencial para salário-maternidade e aposentadoria por idade urbanos. Agora, o segurado deverá acessar o Meu INSS ou ligar para o 135 e, em vez de agendar uma data para ser atendido, receberá direto o número do protocolo de requerimento, eliminando a etapa do agendamento.

 

Antes, o segurado precisava agendar uma ida ao INSS para levar documentos e formalizar o pedido. Com o novo modelo, ao fazer o pedido, o cidadão acompanha o andamento pelo Meu INSS ou pelo telefone 135 e, somente se necessário, será chamado à agência.

 

Nos casos em que as informações previdenciárias necessárias para o reconhecimento do direito já constarem nos sistemas do INSS, será possível então a concessão automática do benefício, isto é, a distância.

 

Segundo o INSS, com a mudança, não haverá mais falta de vaga e, caso precise ir a uma agência para apresentar algum documento, o cidadão terá a garantia de ser atendido perto da residência. O instituto diz ainda que a mudança representa o fim do tempo de espera para ser atendido.

 

Atualmente, o Meu INSS tem mais de 7 milhões de usuários cadastrados e é acessível pelo computador ou celular. O sistema, que está sendo aprimorado, conta com um canal que permite ao cidadão acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a outros serviços do INSS.

 

O instituto vai ampliar cada vez mais a lista de serviços agendáveis. A partir do dia 24, serviços que antes eram prestados somente no atendimento espontâneo serão realizados com dia e horário marcados, bastando fazer seu agendamento pelo Meu INSS ou o telefone 135.

 

Saiba como pedir aposentadoria por idade pela internet ou telefone

Como fazer

O pedido poderá ser concedido automaticamente, no caso da aposentadoria por idade, caso os solicitantes tenham completado pelo menos 15 anos de contribuição e tenham a idade mínima de 60 anos, se forem mulheres, e 65, homens. Além disso, o segurado não pode estar aposentado.

 

Já o salário-maternidade poderá ser concedido automaticamente para as mães após o nascimento dos filhos. O sistema checará a certidão de nascimento da criança e o vínculo empregatício da mãe. Os benefícios solicitados antes do parto não serão atendidos imediatamente; serão encaminhados pelo próprio sistema para a análise.

 

Caso se enquadrem nos requisitos, os processos serão concluídos em até 30 minutos, após a análise do próprio sistema, que consultará automaticamente os bancos de dados disponíveis para verificar as informações.

 

O atendimento por telefone funciona de segunda a sábado, de 7h às 22h. No início da manhã e fim do dia ou início da noite, segundo o INSS, a demanda é menor e os horários podem ser aproveitados pelos segurados. A ligação é gratuita de telefone fixo ou público e tem o preço de ligação local pelo celular.

 

Pela internet, basta acessar o Meu INSS, pelo computador ou pelo celular. Segundo o INSS, o canal tem mais de 7 milhões de usuários cadastrados.

 

Mais comodidade

A orientação do INSS é que todos os pedidos de aposentadoria e salário-maternidade urbanos sejam feitos prioritariamente pela internet ou por telefone. Aqueles pedidos que precisarem de uma análise adicional serão encaminhados pelo próprio sistema a servidores do INSS. O segurado será acionado posteriormente e poderá ter o pedido atendido, ainda sem a necessidade de comparecer a uma unidade do INSS, ou precisar ir presencialmente entregar os documentos que faltarem.

 

Os sistemas do INSS já especificarão quais documentos o segurado deverá levar e em qual agência deverá comparecer. Será indicada a agência mais próxima da casa do contribuinte. Ele terá até 30 dias para ir até o local.

 

“Essas medidas tendem a reduzir o número de atendimentos nas agências e oferecer mais comodidade ao cidadão”, diz o chefe substituto da Divisão de Atendimento da Superintendência Regional Norte e Centro-Oeste do INSS, Jair Guerra.

 

Antes, o contribuinte precisava fazer o agendamento prévio para, então, comparecer presencialmente à uma agência do INSS e entrar com o pedido do benefício. Para se ter ideia, apenas no Distrito Federal, o tempo de agendamento para aposentadoria é de 26 dias, em média, e para o salário-maternidade, 16 dias.

 

Quem não tem telefone e internet

Em último caso, se não puder usar nem o telefone, nem a internet, o segurado ainda poderá ir presencialmente a agência para solicitar os dois serviços. Não haverá mais, no entanto, o agendamento.

 

Plantão de atendimento

A partir desta segunda-feira, equipes da Diretoria de Atendimento do INSS estarão de plantão nas centrais telefônicas do 135 e nas principais agências do país para acompanhar a entrada em operação do requerimento de benefícios sem agendamento.

 

Pensões

De acordo com Guerra, nos próximos meses, a concessão automática do benefício será ampliada para outros tipos de aposentadoria e pensões.

 

“Isso vai refletir nos demais serviços do INSS, uma vez que o servidor não terá a necessidade de analisar esses processos. O tempo deles poderá ser usado para analisar outros benefícios. Pesa como um todo no serviço, reduz o tempo de atendimento do cidadão e evita deslocamento”, diz.

 

Veja a lista dos serviços que passarão a ser agendáveis:

Alterar meio de pagamento

Atualizar dados cadastrais do beneficiário

Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes

Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País

Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de Dirf

Cadastrar Declaração de Cárcere

Cadastrar ou atualizar dependentes para salário-família

Cadastrar ou renovar procuração

Cadastrar ou renovar representante legal

Desbloqueio do benefício para empréstimo

Desistir de aposentadoria

Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados

Pensão por morte

Emitir Certidão para Saque de PIS/Pasep/FGTS

Reativar benefício

Reativar benefício assistencial à pessoa com deficiência, suspenso por inclusão no mercado de trabalho

Renunciar a cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão

Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido

Solicitar valor não recebido até a data do óbito do beneficiário

Suspender benefício assistencial à pessoa com deficiência para inclusão no mercado de trabalho

Transferir benefício para outra agência.

(Otempo)



Caminhoneiros fecham estradas de MG em protesto nacional pelo preço do combustível


Publicado em: 21/05/2018
 

Os protestos de caminhoneiros na manhã desta segunda-feira (21) contra o preço do diesel afetam pelo menos três rodovias de Minas Gerais: as BRs 040, 381, 251 e 262. Nas estradas, quem tenta trafegar encontra manifestantes interrompendo o fluxo de veículos nas pistas. O movimento ocorre em todo o Brasil por causa da política da Petrobras de constantes aumentos nos preços dos combustíveis.

 

Em Juatuba, na Grande BH, desde as 22h30 há manifestaçãona BR 262, quilômetro 369, em ambos os sentidos. A pista está totalmente interditada com apenas veículos de passeio com trânsito liberado. Cerca de 75 pessoas participam do protesto.

 

Os caminhoneiros chegaram a fazer algumas barreiras de pneus e atearam fogo na faixa da direita, tanto  no sentido Uberaba, como no sentido Belo Horizonte.

Motoristas que aderiram à paralisação conferem todos os veículos que passam e forçam a parada de carros menores que estão carregados com algum tipo de mercadoria para entrega.

 

O caminhoneiro Hermiro Machado, 47 anos, rodando nas estradas brasileiras há 28 dirigindo veículos pesados, diz que o atual cenário para os caminhões está enforcando os condutores. “As transportadoras estão repassando valor baixo do frete, a demanda caiu e os preços dos combustíveis estão abusivos. Desse jeito não tem como trabalhar”, afirma. Economia: Caminhoneiros paralisam rodovias pelo País contra aumento nos preços do diesel

 

No caso da BR-262, o início da manifestação nos dois sentidos está instalado embaixo do viaduto da MG-050. Portanto, a melhor opção para quem vai de BH para o Triângulo Mineiro é entrar em Betim e sair em Juatuba, pegando um trecho de apenas cerca de 100 metros de manifestação.

 

Pego de surpresa

O auxiliar de engenharia Wemerson Casitta, de 38 anos, deveria ter chegado em Araxá, no Alto Paranaíba, às 10h, mas já perdeu o dia após ficar preso na manifestação dos caminhoneiros na BR-262, em Juatuba. “Se eu soubesse não tinha nem saído hoje”, afirma ele, pego de surpresa às 5h30 da madrugada. Wemerson acredita que para surtir efeito real o protesto deveria parar todo o trânsito das rodovias, do contrário não haverá impacto no preço dos combustíveis.

 

 

Segundo registros da Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais, há manifestações com pontos de interdição parcial na BR 381, nos quilômetros 513, altura de Igarapé, e 617, em Oliveira, além do km 690, na estrada de Lavras.

 

Já na BR 040 os manifestantes fecham parte da pista no quilômetro 699, em Barbacena. Há registro de interdição parcial também no quilômetro 808 em Matias Barbosa.

 

Quem vai de Ribeirão das Neves para BH, na Região Metropolitana, também encontra interdição e protesto. Segundo a PRF, somente veículos de carga conseguem passar.

 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Autônomos de Carga de Minas Gerais (Sinditac-MG), também há protesto em trecho da MG 50 em Passos.

 

 

Diesel inviável

Para o presidente do Sinditac de Minas, Antônio Vander Silva Reis, que está acompanhando os protestos no estado, o que tem sido cobrado de combustível está inviabilizando o trabalho dos caminhoneiros. “O aumento é absurdo, tem lugar que o diesel, que custava cerca de R$ 2,70 há seis meses, está custando R$ 3,70 ou R$ 3,80. O preço está chegando aos R$ 4”, disse.

 

Segundo Antônio Vander, o impacto na atividade de quem trabalha com fretes é enorme, pois o preço pago pelos contratantes dos serviços não mudou. “Não tem mais condições de rodar. Hoje o combustível já está ultrapassando em 60% o valor do frete”, conta.

 

Se um motorista pega um serviço de transporte de mercadoria por R$ 1000, são R$ 600 destinados somente ao combustível. Na avaliação do sindicato, uma conta justa seria de três por um. Ou seja, se o gasto com o diesel for de R$ 600, o motorista deveria receber R$ 600 pelo serviço e mais R$ 600 pelo desgaste do veículo.

 

Motoristas nas estradas

O presidente do Sinditac-MG afirmou que a orientação aos motoristas foi ficar em casa e não soube dizer quais serão os procedimentos nas manifestações. “Essa greve partiu dos próprios caminhoneiros, então não tem como a gente dizer como vai ser conduzido”, afirmou.

 

O movimento dos caminhoneiros em Minas Gerais começou por volta das 23h30 de domingo nas BRs já nas alturas de Barbacena, Matias Barbosa e Juatuba.

 

Na sexta-feira, a Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam)  chamou os motoristas a participar de uma paralisação a partir das 6h desta segunda-feira. O principal motivo é a alta de preço no óleo diesel. Até o momento, o governo federal não sinalizou com resposta sobre as reivindicações da categoria.

 

Os caminhoneiros pedem a retirada dos encargos tributários cobrados sobre o óleo diesel. Também querem a isenção da Contribuição sobre Domínio Econômico (Cide) sobre a venda do óleo diesel usado pelos transportadores autônomos.

 

Norte de Minas

A paralisação dos caminhoneiros também ocorre no Norte de Minas. O protesto é realizado na BR 251, uma das estradas mais movimentadas de Minas Gerais, com um grande trânsito de veículos de cargas que viajam do Centro-Sul para o Norte/Nordeste.

 

Iniciada às 7h50min, a manifestação acontece no Km 504 da rodovia, em frente ao “Posto Chimba”, próximo ao entroncamento com a MGT 122 (estrada para Janaúba), entre Montes Claros e Francisco Sá.

 

Conforme a Policia Rodoviária Federal, está interrompido tráfego de caminhões e carretas, sendo liberada a passagem dos demais veículos. Foram formadas longas filas nos dois sentidos da estrada. Policiais rodoviários estão local e tentam negociação com os integrantes do movimento para liberar o transito dos veículos de carga.

(Portal Uai)



Homem de 30 anos morre após ser esfaqueado em bar no distrito de São Benedito


Publicado em: 21/05/2018
 

A vítima levou uma facada no peito e correu, mas morreu há poucos metros do estabelecimento comercial.

 

Um homem de 30 anos foi morto a facadas na noite deste sábado no distrito de São Benedito, município de Patrocínio. O crime teria acontecido no interior de um bar, mas mesmo ferida, a vítima tentou correr e morreu a poucos metros do estabelecimento comercial. O suspeito do crime está foragido.

 

Segundo informações da assessoria de comunicação do 46º Batalhão da Polícia Militar, os policiais receberam informações de que na comunidade rural de São Benedito, estaria ocorrendo uma briga no interior de um bar e que os indivíduos envolvidos estariam armados com faca. Ao chegar ao local, militares depararam com um corpo já próximo às margens da rodovia MG-230. O cadáver já estava embrulhado com uma colcha, e nas proximidades manchas de sangue.

 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros compareceu no local, constatando o óbito de Eduardo dos Santos Rezende de 30 anos. A perícia compareceu e realizou os trabalhos de praxe, relatando que a vítima foi golpeada no peito com um instrumento perfuro cortante (faca).

 

A esposa da vítima relatou aos policiais que estava juntamente com o marido no bar, momento em que um homem de 53 anos chegou ao estabelecimento olhando com “a cara torta” para Eduardo.

 

Em continuidade, a vítima se sentindo incomodada, levantou e questionou este homem o motivo dele estar olhando daquele jeito, momento em que entraram em atrito.  O suspeito então sacou uma faca e atacou a vítima com único golpe no peito e evadiu. Mesmo ferida, a vítima correu do local, mas morreu poucos metros depois. Próximo ao local, os policiais encontraram uma machadinha que, segundo a esposa, seria da vítima.

 

Galeria

 

O suspeito do crime foi identificado, porém não foi encontrado pelos policiais. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML – Instituto Médico Legal de Patrocínio e depois liberado aos familiares. Segundo a polícia, a vítima tinha passagens por furto e porte ilegal de arma de fogo.

(Patosnoticias)



Corpo de mulher é encontrado carbonizado às margens de cafezal no Bairro Jardim Sul em Patrocínio


Publicado em: 21/05/2018
 

As polícias Civil e Militar pedem ajuda para tentar identificar a vítima.

 

Um corpo foi encontrado carbonizado na tarde deste domingo (20/05) às margens de um cafezal que fica no fundo do Bairro Jardim Sul em Patrocínio. O perito da Polícia Civil afirmou se tratar de uma mulher, porém não foi possível identificar a vítima.

 

Segundo o aspirante Corrêa da Polícia Militar, uma pessoa ligou no telefone 190 e informou que havia um cadáver às margens do cafezal. Viaturas da PM foram para o local e encontraram o corpo, que estava carbonizado. A suspeita é que o fato teria ocorrido nas ultimas 24 horas.

 

A perícia da Polícia Civil foi acionada e compareceu ao local. O aspirante informou que em conversa informal o perito disse se tratar de uma mulher, porém não foi possível precisar a idade, apenas que é magra e de estatura baixa. Nenhum documento foi encontrado nas vestes da vítima. Apenas o chinelo dela não foi consumido pelas chamas.

 

Apesar do corpo ter sido carbonizado, não foi possível afirmar se tratar de um homicídio ou autoextermínio. Somente após exames de necropsia é que será possível identificar a causa da morte.

 

Galeria

 

O corpo foi encaminhado para o IML – Instituto Médico Legal de Patrocínio e aguarda por uma identificação. Qualquer informação, basta ligar nos telefones 190 (Polícia Militar) ou 197 (Polícia Civil).

(Patosnoticias)



Veículo rebaixado não consegue ultrapassar e bate em outro na BR 365


Publicado em: 21/05/2018
 

Dois veículos capotaram após uma tentativa de ultrapassagem na BR 365 no início da tarde deste domingo (20). Eles seguiam na rodovia sentido a Patrocínio quando um dos veículos tentou ultrapassar e, não conseguindo, tentou voltar para a pista e foi quando bateu em outro carro. Os veículos capotaram e saíram da pista. Seis pessoas ficaram feridas e foram socorridas para o Pronto Socorro de Patrocínio.

 

O acidente aconteceu por volta de 12h25 no Km 463,8 da Br365 próximo a Patrocínio. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, Um GM/Corsa e um VW/Gol seguiam na BR 365 sentido de Guimarânia à Patrocínio. Em determinado momento, o condutor do GM/Corsa tentou uma ultrapassagem. Ao perceber que não conseguiria concluir a manobra, ele tentou voltar para a mão correta de direção e acabou batendo na traseira do VW/Gol.

 

Diante disso, os dois veículos se descontrolaram e saíram da pista vindo a capotar logo em seguida. Com o capotamento os veículos ficaram bastante danificados. Um deles parou do lado esquerdo da pista e o outro do lado direito. O GM/Corsa parou com as rodas para cima e o VW/Gol com as rodas para baixo.

 

Seis pessoas ficaram feridas no acidente e foram encaminhadas até o pronto socorro da cidade de Patrocínio. Os policiais constataram que o GM/Corsa apresentava adulteração nas suspensões, ou seja, estava rebaixado e por isso o veículo foi autuado.

(Patoshoje)