Powered by WP Bannerize

Notícias

Lançada a Campanha de Doação de Sangue do Governo Municipal, Rotary Club Brumado dos Pavões e Casa da Amizade


Publicado em: 12/05/2018
 

Na noite de quinta (10), durante a reunião do Rotary Club Brumado dos Pavões, foi realizado o lançamento oficial da Campanha de Doação de Sangue e Medula Óssea promovida em parceria pelo Governo Municipal, Rotary Club Brumado dos Pavões, Casa da Amizade, Santa Casa de Patrocínio e Fundação Hemominas, que acontecerá no dia 9 de junho no CEAE (antigo Centro Viva a Vida) o objetivo é de que esse ano a campanha possa  conseguir 150 bolsas de sangue, e superar as 130 bolsas conseguidas no ano passado.

 

Durante o evento o Secretário Municipal de Saúde, Humberto Donizete Ferreira, o Bebé, conclamou a população para abraçar a Campanha “A importância da doação pode até ser mensurada, mas é quando vemos uma família que precisa ser atendida é que percebemos o real valor dessa doação, nós temos uma demanda de algo em torno de 100 bolsas de sangue por mês e sempre somos atendidos pelo Hemocentro de Uberlândia, e é para lá que o sangue coletado aqui vai, por isso essas bolsas vão ajudar tantos pessoas da nossa cidade como da região, então é um ato de solidariedade aos diversos pacientes necessitados e a essa instituição que contribui tanto nos momentos de dificuldade” afirmou o secretário.

 

De acordo com Ronaldo Elias, rotariano e coordenador da Secretaria Municipal de Saúde, o objetivo da Campanha é manter em níveis satisfatórios o banco de sangue, que atende os hospitais da cidade em casos de emergência.

 

Quem PODE doar

  • Pessoas entre 16 e 69 anos.
  • Quem tem e está com boa saúde;
  • Quem pesa acima de 50 kg;
  • Quem dormiu bem na noite anterior à doação;
  • Mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais.

 

Quem NÃO pode doar

  • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, exceto se tiver comprovação laboratorial da época em que a pessoa tratou da hepatite A (IgM positiva);
  • Quem teve exposição a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis nos últimos doze meses;
  • Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
  • Quem ingeriu bebida alcoólica nas últimas 12 horas anteriores à doação;
  • Quem já usou alguma vez drogas injetáveis;
  • Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado;
  • Quem estiver grávida ou em período de amamentação. Após o parto normal é necessário aguardar três (3) meses e após cesárea, seis (6) meses;
  • Quem fez qualquer exame ou procedimento endoscópico nos seis (6) meses;
  • Quem fez cirurgia por laparoscopia nos últimos seis (6) meses;
  • Quem fez tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Quem fez tratamento dentário recente (a pessoa pode ser impedida de doar por um período de 1 a 30 dias, conforme o caso);
  • Quem fez piercing nos últimos 12 meses anteriores à doação. Piercing localizado em área genital ou na boca, somente poderá ser liberada a doação após 12 meses da sua retirada.


Governo de Minas define na segunda-feira pagamento de salários de maio


Publicado em: 11/05/2018
 

Informação é do secretário da Fazenda, José Afonso Bicalho, que adiantou, no entanto, que policiais militares e servidores da Fhemig devem receber a primeira parcela no dia 16

 

O governo de Minas deve definir na próxima segunda-feira (14) a data da primeira parcela do pagamento do mês de maio do funcionalismo público.

 

A escala de pagamento dos policiais militares e servidores da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), no entanto, será mantida, para começar no dia 16.

 

As idas e vindas do governo a respeito do assunto estão relacionadas à lista do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apontou acúmulo irregular de cargos por parte de 96 mil servidores estaduais.

 

Diante da informação, o  governador Fernando Pimentel afirmou, nessa quinta-feira (10), que  haveria um ‘pequeno adiamento’ na escala anunciada para o mês de maio. Horas depois, foi a vez  de o secretário da Fazenda, José Afonso Bicalho, informar que será formada uma comissão para analisar o caso.

 

A indefinição do governo está relacionada à lista do Tribunal de Contas do Estado (TCE) com o nome de 96 mil servidores públicos estaduais que ocupam mais de um cargo. Em entrevista à Rádio Itatiaia, na manhã dessa quinta-feira, Pimentel disse que, em função das irregularidades apontadas pelo TCE, uma nova folha de pagamento teria que ser rodada, gerando o atraso.

 

Data do pagamento

A escala de pagamento, que começaria na segunda quinzena deste mês, conforme Pimentel, seria então adiada em alguns dias. O governador não informou nova data.

 

Na noite de quinta-feira (10), também em entrevista à Rádio Itatiaia, Bicalho disse que, na próxima segunda-feira (14), nova data para a escala de pagamento deve ser anunciada.

 

O secretário revelou que uma comissão especial, formada por servidores da Fazenda, Planejamento e Controladoria-Geral do Estado, deve começar a trabalhar nesta sexta-feira para “avaliar o material que o tribunal nos mandou”. Serão conferidos os nomes dos 96 mil servidores que estariam ocupando cargos irregularmente.

 

PM e Fhemig

O secretário adiantou,no entanto, que será mantido o pagamento da primeira parcela do pagamento ( para quem ganha até R$ 3 mil) dos policiais militares e funcionários da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig). A data do pagamento nesses dois casos será no próximo dia 16.

 

“Como a polícia roda folha separada e não tem ninguém da polícia (na lista do TCE de servidores que estão com salários suspensos por irregularidades) nós estaríamos pagando a polícia no dia 16 e também a Fhemig, porque é um órgão independente. Os outros nós vamos olhar e a comissão vai nos dizer se tem algum impedimento para pagar. Se não tiver, se não precisar rodar a folha novamente, aí nós vamos definir qual dia vamos pagar. Na segunda-feira vamos anunciar aos servidores como será o pagamento dos demais”, finalizou.

 

A informação de que os servidores da Fhemig devem receber na data prevista na escala de pagamento divulgada pelo governo estadual foi dada pelo secretário horas depois de os funcionários da saúde prometerem cruzar os braços. Nesta quinta-feira, os funcionários avisaram que uma paralisação está marcada para a próxima segunda (14). Veja também: Sindicato de professores da rede estadual marca paralisação para a próxima quarta-feira

 

O ato é uma cobrança do Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sindi-Saúde) para que o governo coloque em dia o pagamento.

 

A diretora do Sindi-Saúde, Neusa Freitas, afirmou que a decisão de cruzar os braços foi tomada após o governador Fernando Pimentel dizer nesta quinta-feira que vai atrasar a primeira parcela do salário, antes prevista para ser quitada no dia 16.

 

“Peneirada” antes da suspensão

Enquanto não se define a questão da suspensão do pagamento dos servidores na lista feita pelo TCE, o deputado Rogério Correia (PT), vai pedir ao governo de Minas que analise a lista antes de determinar que o salário não seja pago a quem tem acúmulo de cargos. De acordo com o petista, a medida é para evitar que ocorram problemas e sejam cometidos “equívocos”.

 

O parlamentar afirmou que pedirá que seja feita uma audiência pública para que o tribunal e a administração estadual tratem do assunto.

 

“Eu acho que essa lista do Tribunal de Contas deve estar cheia de erros. Pela experiência que eu tenho no serviço público isso deve dar numa faixa de 5% de erros. Tem que fazer uma peneirada nisso”, afirmou.

 

Segundo Correia, na próxima semana ele deve se reunir com o presidente do TCE, conselheiro Cláudio Terrão, com a participação dos sindicatos, para detalhar o conteúdo da lista. O petista ainda cita que algumas carreiras como saúde e educação permitem acúmulos de cargos, por exemplo, e isso não representa irregularidade.

(Portal Uai)

 



Forças de segurança lançam ”maior operação já realizada no país”; ação vai atender todos as cidades mineiras


Publicado em: 11/05/2018
 

Operação Tiradentes II acontece até às 16h deste sábado; em Minas, além do efetivo rotineiro, nove mil policiais militares e quatro mil viaturas vão às ruas.

 

Para combater o crime organizado e o narcotráfico, o Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG) lançou a Operação Tiradentes II na tarde desta sexta-feira. Em Minas Gerais, a força-tarefa foi apresentada em entrevista coletiva, realizada no Batalhão da Rotam (Avenida do Contorno, 777, Centro). Na ocasião, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) apresentou o equipamento que será empregado, formado por aeronaves, drones, viaturas e carros blindados (caveirões).

 

O plano de ação atende a todos os estados brasileiros, inclusive as fronteiras com outros países, até às 16h de amanhã. No estado, de acordo com a PMMG, todos os 853 municípios mineiros recebem o apoio – composto de nove mil policiais militares e quatro mil viaturas, além do efetivo de rotina. A prioridade pertence as zonas quentes de criminalidade.

 

Exclusivamente em Belo Horizonte, a operação se iniciou na tarde de ontem. Até aqui, segundo o porta-voz da PM, major Flávio Santiago, 14 pessoas foram presas, além de cinco celulares e três quilos de maconha apreendidos. Ele também ressaltou que mandados sigilosos, de prisão e busca e apreensão, estão em execução na cidade.

 

Segundo o porta-voz, a Operação Tiradentes também se volta ao policiamento nas fronteiras, abordagem veicular, fiscalização das rodovias e controle ambiental. “Em cada unidade nossa, três viaturas, pelo menos, suplementam as atividades ordinárias. Temos, só em Belo Horizonte, um efetivo de três mil homens a mais”, afirmou o major Santiago.

 

Perguntado, pelo Estado de Minas, sobre o porquê da operação não ser sigilosa, o major Flávio Santiago disse que as ações visam à ”tranquilidade pública e à demonstração de supremacia de força das polícias”.

 

Além da Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) desempenha os trabalhos. O pelotão canil e a cavalaria da PM complementa os esforços.

 

Na última edição da Operação Tiradentes, realizada em abril de 2017, as forças de segurança desencadearam 375.666 abordagens em todo Brasil. Elas resultaram na apreensão de 428 armas, detenção de 2.504 pessoas, cumprimento de 335 mandados de prisão, recuperação de 603 carros roubados ou furtados, apreensão de 10,97 toneladas de entorpecentes, entre outras ações.

 

Em Minas Gerais, a primeira fase da força-tarefa realizou 33.392 abordagens, prendeu 354 pessoas, apreendeu 47 armas de fogo e 465 veículos e recuperou outros 41 carros. A PMMG registrou ainda 3.327 autos de infração de trânsito e cumpriu 64 mandados de busca e apreensão.

 

Os resultados parciais deste ano, em Minas Gerais, serão divulgados pela PM em seus canais de relacionamento. O balanço final é de responsabilidade do CNNG.

(Portal Uai)

 



Assaltante foge da Delegacia enquanto PMs confeccionavam o boletim de ocorrência


Publicado em: 11/05/2018
 

Dois criminosos foram presos em flagrante durante um assalto a lotérica no Centro de Patrocínio, porém um conseguiu fugir durante o registro da ocorrência.

 

Um policial militar de folga evitou um assalto à numa lotérica no Centro de Patrocínio. O roubo tentado foi na manhã desta sexta-feira (11/05). Dois criminosos foram detidos com uma pistola calibre 380 e uma réplica de pistola. Porém, um dos bandidos conseguiu se soltar das algemas e fugir correndo da delegacia numa cena cinematográfica.

 

Resultado de imagem para desenhos de assaltante fugindo da polícia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segundo o subtenente Borges da Polícia Militar, por volta de oito horas da manhã, os policiais foram informados de um assalto a andamento numa lotérica no Centro. Os militares foram imediatamente para o local, porém depararam com dois dos assaltantes rendidos por um policial militar que estava de folga e passava na porta da lotérica.

 

Os policiais apreenderam com suspeitos 168 reais em dinheiro, que foram subtraídos do caixa, mais um pistola calibre 380, três celulares, uma máscara e uma réplica de pistola. Vinicios Oliveira Melo e Jeferson Mariano da Silva, ambos de 25 anos, foram levados para a delegacia de Polícia Civil.

 

Os militares ainda receberam a informação de que outro envolvido estava próximo a lotérica e preparado para dar fuga aos bandidos após o roubo. Ele estava num veículo GM/Corsa que havia sido roubado no mês passado na zona rural de Uberlândia. Este suspeito não foi localizado.

 

Durante o confecção do boletim ocorrência na sala de registro da Polícia Militar, que fica na área do estacionamento da delegacia, o assaltante Vinícios conseguiu se soltar da algema e saiu correndo pelo portão da frente da delegacia. O militar que estava na sala correu logo atrás por alguns quarteirões, mas não conseguiu alcança-lo.

 

Diversas equipes da Polícia Militar e os investigadores da Polícia Civil realizaram buscas por todo o bairro, porém o suspeito não foi localizado. Ainda de acordo com o subtenente Borges, o fugitivo é perigoso e possui diversas passagens policiais, inclusive por homicídio. Qualquer informação sobre o paradeiro dele deve ser repassado à polícia pelo telefone 190.

 

 

O comparsa dele foi autuado pelo crime de roubo e encaminhado a penitenciária Expedito Tavares. A Polícia Militar faz buscas para tentar localizar o Vinícios. A perícia da Polícia Civil realizou exames na algema para tentar descobrir como o criminosos conseguiu se soltar.

 

Segundo os militares, Vinícios é perigoso e qualquer informação sobre ele deve ser passada para a po

 

 

 

 

 



Terreno onde funcionou a empresa Fama irá a leilão judicial no fim do mês


Publicado em: 11/05/2018
 

A Justiça do Trabalho de Patrocínio vai realizar no dia 29 de maio o leilão do terreno onde funcionou a empresa Fama. Glener Brasil Cassiano, leiloeiro oficial da ação, disse à Difusora 95 que o certame acontecerá na sede do Fórum da Justiça do Trabalho, localizado na Avenida Altino Guimarães, 1205, bairro Marciano Brandão, a partir das 14h00min do próximo dia 29, e receberá lances tanto no local, ou seja, na modalidade presencial, quanto virtual.

 

De acordo com o leiloeiro, os interessados em participar do certame online, devem se cadastrar através do site: WWW.leiloesbrasiluberlandia.com.br, e após ter o cadastro aprovado, já poderão emitir lances, os quais serão informados no ato inicial do leilão do dia 29.

 

 

Segundo Glener, o terreno terá lance inicial de três milhões e oitocentos mil reais (R$3.800.000,00). Quanto à forma de pagamento, o leiloeiro disse que o arrematante pagará no ato, após a homologação do certame, 25% do valor vendido e o restante poderá ser parcelado em até trinta vezes, porém, corrigidos mensalmente.

Ouça abaixo o áudio da entrevista do leiloeiro Glener Brasil Cassiano:

José Antonio/Grupo Difusora de Comunicação.

Fotos: Fernando Cássio/Grupo Difusora de Comunicação