Powered by WP Bannerize

Notícias

Jovem de 20 anos é morto com um tiro na janela de casa no Jardim Sul


Publicado em: 13/12/2014
 

Por volta das 14h30m da tarde dessa sexta-feira, dia 12 de dezembro, o jovem de 20 anos, José Eduardo Alves da Silva, conhecido como Zezinho dos Coelhos, foi chamado na janela de sua residência na Rua Neuber Veloso nº 686 – Bairro Jardim Sul, por outro homem que estava numa motocicleta, e  foi alvejado com um único tiro no peito que transfixou seu corpo. A vítima já caiu para o interior da residência. Vizinhos e familiares acionaram o Resgate Corpo de Bombeiros, que quando ao chegar no local constatou o óbito do rapaz.

Testemunhas informaram a reportagem do Patrocínio Online que Zezinho ainda tentou balbuciar algumas palavras, talvez contar quem era o criminoso, mas expirou no momento que o fazia.

A Polícia Militar foi acionada e o comandante de turno Sargento Jean e equipe compareceram de imediato ao local, onde isolaram a cena do crime, colheram as primeiras informações e acionaram a Pericia Cientifica da Polícia Civil.

O inspetor Roberto Lopes e o investigador Léo, também compareceram ao local, onde colheram diversas informações, que possam levar ao autor do crime.

Zezinho dos Coelhos, 20 anos, segundo a polícia, tinha passagens por tráfico e outras infrações e havia saído da cadeia há 5 meses, segundo o Inspetor Roberto Lopes.

 

Fonte: Patrocinioonline.


Veículos batem na BR-354 e um motorista morre


Publicado em: 12/12/2014
 

Segundo a polícia, o motorista do VW/Fox perdeu o controle, rodou na pista e atingiu o FIAT/Uno que seguia no sentido oposto.

Um grave acidente foi registrado na tarde desta quinta-feira (12) no quilometro 307 da BR-354, local conhecido com “Curva do Belvedere”.  O motorista do FIAT/Uno, Enil Benat de Paula Rosa, de 52 anos, que conduzia o FIAT/Uno não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Polícia Militar Rodoviária, o condutor do veículo VW/Fox, com placas de Carmo do Paranaíba, disse aos policiais que não sabia como teria sido o acidente. Porém ele relatou às testemunhas que seguia pela rodovia, sentido Rio Paranaíba/Carmo do Paranaíba, quando perdeu o controle direcional do veículo, rodou, invadiu a pista contrária e foi atingido na lateral pelo FIAT/Uno, que seguia no sentido oposto.

Ambulâncias dos municípios de Arapuá e Rio Paranaíba estiveram no local e uma médica constatou a morte de Enil Benat de Paula, que conduzia o FIAT/Uno. O motorista do carro, Luiz Carlos Rodrigues Barbosa, de 34 anos, foi socorrido ao pronto-socorro de Rio Paranaíba, com ferimentos leves.

A perícia da Polícia Civil de Patos de Minas foi acionada e esteve no local para apurar as causas do acidente. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal – IML de Patos de Minas e depois entregue aos familiares.

O motorista do FIAT/Uno não resistiu aos ferimentos e morreu no local.12 12 acidente

 

O motorista do FIAT/Uno não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Autor: Igor Nunes

Fotos: Roncalli Notícias



Denúncia leva a Polícia Militar até plantação de maconha às margens da BR 365


Publicado em: 12/12/2014
 

A droga era cultiva no meio do mato em um terreno às margens da BR 365 em Patos de Minas.

 

A Polícia Militar interrompeu o cultivo de uma verdadeira plantação de maconha no final da tarde dessa quinta-feira (11). A droga era cultiva no meio do mato em um terreno às margens da BR 365 em Patos de Minas. Os seis pés de maconha foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil para serem incinerados.

A presença constante de dois homens em uma motocicleta na BR 365, próximo a entrada da estrada de Sumaré, chamou a atenção de um caminhoneiro que também passa diariamente pelo local. Ao acionar a Polícia Militar, o motorista informou que constantemente presenciava a chegada de motoqueiros, que desciam do veículo e se dirigiam para o meio do mato.

A equipe do Tático Móvel da 86ª Companhia da Polícia Militar foi até o local na tarde dessa quinta-feira e encontrou a plantação de maconha. A droga era cultivada em latões de plástico e estavam muito bem cuidadas. Alguns pés já passavam de um metro de comprimento e com vasta folhagem.

 

Participaram da operação o sargento Hermes, o sargento Oswaldo, o cabo Moreira, o soldado Arimatéia e o soldado Helder. Eles precisaram de uma viatura aberta para levar os seis pés de maconha para a Delegacia da Polícia Civil, que deverá dar prosseguimento às investigações para identificar os donos da droga. Os pés de maconha deverão ser incinerados.

 

 

Autor:Maurício Rocha

 

 



Assassino que matou e ateou fogo na vítima para tentar se livrar é condenado a anos em regime fechado


Publicado em: 12/12/2014
 

Luciano Lopes de Souza, matou a golpes de barra de ferro e colocou fogo em Edmilson Carlos de Souza, ainda quando o mesma agonizava.

 

O Tribunal do Júri de Patrocínio, presidido pelo Juiz Serlon Silva Santos e tendo como promotor de acusação, Dr.Aloisio se reuniu e condenou Luciano Lopes de Souza a 11 anos e 3 meses de reclusão em regime fechado por um assassinato ocorrido no dia 08 de março de 2013, na Avenida Faria Pereira, número 1189, Bairro Nações em Patrocínio (MG), onde funcionava uma empresa de fabricação de premoldados.

Luciano Lopes de Souza, 34 anos, que é natural de Várzea de Dentro (BA), matou a golpes de barra de ferro e depois arrastou o corpo para a cama,ateando fogo na vítima Edmilson Carlos de Souza, ainda quando a mesma agonizava. Depois ligou para a Polícia Militar e acompanhou todo trabalho das autoridades, e até ajudou a transportar o  corpo da vítima do cômodo, que ficava nos fundos de uma empresa de premoldados, até o veículo da funerária que estava na rua.

Na manhã seguinte ao crime, ao ser ouvido  pelo inspetor da polícia civil Roberto Lopes e sua equipe, Luciano caiu em contradição e acabou se entregando; Luciano e Edmilson fizeram uso de bebida alcoólica na noite anterior ao assassinato e após um desentendimento ocorreu o crime.

Depois de matar Edmilson com golpes de barra de ferro, Luciano simular um falso cenário, de que a casa teria pegado fogo, carbonizado o corpo e ele havia tentando apagar, acionando a polícia militar em seguida. Possivelmente o crime aconteceu por volta de 21h de quinta-feira, dia 7 de março, mas só na madrugada do dia 8, Luciano teria feito a simulação no sentido de se livrar da culpa.

O promotor Dr.Aloisio, afirmou que Luciano é um assassino muito frio em premeditar e simular uma farsa para se livrar da culpa e enalteceu o trabalho da Polícia Civil e do Inspetor Roberto Lopes de e sua equipe.

Edmilson Carlos de Souza,  condenado a 11 anos e 03 meses de reclusão, vai cumprir pena na Penitenciária Expedito de Faria Tavares.

 

 

Fonte: Patrocinioonline.

 

 

 



Exclusivo: Imagens mostram toda a ação dos assaltantes que explodiram BMB em Patrocínio (MG)


Publicado em: 12/12/2014
 

Mostrando conhecimento e planejamento na ação criminosa, os assaltantes levaram poucos minutos para concluirem seu intento

 

Os assaltantes, provavelmente em número de quatro, que explodiram os caixas eletrônicos do Banco Mercantil do Brasil nesta madrugada de quinta-feira, 11 de dezembro, em Patrocínio (MG), demonstraram rapidez e “profissionalismo”, pois em questão de poucos minutos executaram o intento criminoso.

As imagens de circuitos de segurança de vários estabelecimentos comerciais da região, em vários ângulos, obtidos com exclusividade pela reportagem do Patrocínio Online, mostram que o veículo Hyunday Tucson de cor preta, placas NLU 7600, roubada em Coromandel (MG) passa as 03h21m pela primeira vez no local.

Quatro minutos depois, as 3h25m minutos, o veículo passa pela Rua Presidente Vargas pela segunda vez, nas imediações do BMB.

Cinco minutos depois, as 3h30m, o veículo chega pela terceira vez. O motorista estaciona pouco a frente. Dois assaltantes descem com alavancas de construção e vão em direção ao banco. Um quarto assaltante permanece há alguns metros da agência com um varredor de rua rendido.

Um cãozinho corre atrás dos suspeitos. Pouco depois volta correndo velozmente, assustado provavelmente pela quebra do vidro da agência. Os ladrões colocam os explosivos.

Dois minutos depois, que os assaltantes desceram do veículo, as  03h32m08s, vê se o clarão das explosões.

O assaltante que ficou atrás dando cobertura e vigiando o transeunte, sai correndo, 8 segundos depois da explosão, as 03h32m08s.

Alguns segundos depois, já com sacos pretos cheios de dinheiro, os assaltantes fogem.

Alguns minutos depois os policiais militares chegaram e realizaram o procedimento padrão de abordagem, vindo pelos dois lados da rua e verificando, antes de entrarem no local do crime.

Para ver o vídeo em alta resolução, clique na ferramenta configuração, representada por uma engrenagem, e faça sua escolha.

 

 

Fonte: Patrocinioonline.