Powered by WP Bannerize

Notícias

Fraude envolvendo Ministério da Defesa usa nome e CPF de Patense em declaração de Imposto de Renda


Publicado em: 30/10/2014
 

Um morador da cidade de Patos quase não acreditou quando um oficial de justiça entrou em contato com o mesmo, dizendo que uma ordem judicial acabava de penhorar o seu único bem, um automóvel Fiat/pálio que é usado como instrumento de trabalho. Tudo isso aconteceu depois que uma fraude envolvendo o Ministério da Defesa, usou seu nome completo e CPF em falsa declaração de imposta de Renda. A vítima dessa fraude foi Carlos da Silva Melo, 35 anos, que não acreditou quando ficou sabendo que o motivo da penhora do veículo seria uma dívida de R$66.000,00 que o mesmo nunca fez. O valor é referente a multas de atraso da declaração de imposto de renda, que Carlos teria que ter feito, se a história fosse verdadeira.

De acordo com informações dos advogados Willian Custódio e Lara Resende Gonçalves, Carlos procurou ajuda no escritório de advocacia logo após receber o oficial de justiça com o documento de penhora de seu automóvel. Eles contam que a vítima teve seu nome, CPF e data de nascimento usados por um fraudador para declarar Imposto de Renda pessoa física, entre os anos de 2005 a 2008. A pessoa que usou os documentos da vítima tem endereço na cidade de São Paulo, sendo que Carlos jamais morou em São Paulo. Outro absurdo segundo os defensores é que a vítima é autônomo e não possui renda fixa, por isso, fica isento de declarar o imposto de renda. Já os criminosos declararam que uma renda fixa mensal de aproximadamente 11 mil reais.

Eles contam que a Fazenda Nacional está cobrando de Carlos, o valor de R$66.000,00 referentes a multas de declarações de imposto de renda que o fraudador fez usando os documentos de Carlos fora do prazo legal. Assim que ficou ciente da situação há poucos dias atrás, a vítima foi orientada a procurar a Receita Federal. Ele então ficou sabendo que a origem das declarações seria de um aposentado militar da reserva ou reformado e pensionista da previdência sujos rendimentos seriam de 72 mil reais. Os advogados disseram que o fato trata-se claramente de uma fraude, sendo que o criminoso utilizou o nome de Carlos para realizar declaração de imposto de renda falso, tendo como fonte pagadora o Ministério da Defesa.

A vítima foi orientada a registrar um Boletim de Ocorrência (B.O). Carlos disse que o veículo é de propriedade dele e de sua esposa. O homem conta que é lamentável tal situação, sendo que o fato chegou a gerar desconforto em sua casa. Ele conta que o fato mais desagradável é ter que “lutar” para ter que provar sua inocência, sendo que nem mesmo imposto de renda ele declara por ser isento.

Vanderlei Gontijo
vanderlei@patos1.com.br

 



Em Patos de Minas, advogado, fisioterapeuta e médico patenses são investigados por fraude contra o DPVAT


Publicado em: 30/10/2014
 

A Polícia Civil de Patos de Minas está investigando uma suspeita de estelionato contra o Seguro DPVAT. O inquérito policial deverá ser concluído nos próximos dias e encaminhado ao Poder Judiciário.
O DPVAT é um seguro pago junto com o IPVA para indenizar vítimas de acidentes de trânsito, sejam elas motoristas, passageiros ou pedestres, inclusive estrangeiros.
De acordo com o Delegado de Polícia Civil, Dr. Luis Mauro Sampaio, as investigações foram requisitadas pelo Ministério Público. Até o momento há indícios de que quatro pessoas tenham participado do crime. Segundo o delegado, a suspeita é que um advogado, um fisioterapeuta e um médico tenham aliciado uma pessoa vítima de acidente de trânsito na cidade e tenham simulado um tratamento de fisioterapia em uma clínica particular. Posteriormente, documentos contendo falsas informações eram enviados ao seguro DPVAT para que a suposta vítima recebesse valores referentes a gastos médicos que não existiram.
Conforme as investigações, nenhum valor chegou a ser pago aos supostos criminosos, já que fiscalização da própria seguradora teria desconfiado da situação. Porém, de acordo com o delegado, ainda que não tenha sido feito nenhum pagamento, o crime foi praticado e, havendo comprovação os suspeitos serão indiciados.
Os quatro suspeitos já foram ouvidos pela Polícia Civil e confirmaram ter realizado fraude em documentos públicos e privados. Para a conclusão das investigações resta apenas a oitiva de uma pessoa e depois o inquérito policial será encaminhado ao Poder Judiciário.

 

Autor: Íris Mota

Reportagem: Toninho Cury



Atiradores disparam 12 vezes e matam rapaz de 27 anos no Bairro Jardim Aquárius


Publicado em: 30/10/2014
 

Um homem de 27 anos foi morto a tiros na noite desta quarta-feira (29) na Rua Orlando Barros Silva, no Bairro Jardim Aquárius. Os suspeitos atiraram pelo menos 12 vezes contra Willian Western Pereira, conhecido como Barradinho. A vítima já é conhecida no meio policial e foi autor de um dos crimes mais bárbaros registrados em Lagoa Formosa.

Segundo o sargento Anísio Rodnei da Polícia Militar, vítima tinha acabado de estacionar a própria motocicleta quando os suspeitos chegaram quando os atiradores chegaram em uma motocicleta e dispararam várias vezes contra Barradinho. O perito Marcelo Piau recolheu 12 cápsulas de pistola calibre .380 próximas ao local do crime.

A suspeita é que Barradinho também estava armado e teria revidado os disparos. Os autores teriam levado a arma da vítima após o crime. Vizinhos disseram que foram vários disparos. Investigadores da Polícia Civil e os policias militares já colheram informações para tentar identificar e localizar os autores do crime.

A vítima já é conhecida no meio policial por furtos e tráfico de drogas. Barradinho também foi um dos autores de um dos crimes mais bárbaros em Lagoa Formosa. Aos treze anos de idade, Barradinho e outro amigo teriam violentado, matado e escondido o corpo de uma menina de apenas cinco anos de idade. Após o crime, os dois amigos ainda teriam ajudado a procurar a vítima junto com os familiares dela.

O corpo de Barradinho foi levado para o Instituto Médico Legal – IML de Patos de Minas onde os legistas confirmaram que ele foi atingido por dois tiros, sendo um no pé esquerdo e outro no peito. Após os exames de necropsia, o corpo foi liberado aos familiares. Esta foi a 26ª morte violenta registrada em Patos de Minas em 2014, sendo três latrocínios e 23 homicídios.

 

Fonte: Patosnoticias.

 



Grave acidente envolvendo ônibus do Expresso União e um caminhão deixa três mortos e 18 feridos na BR-365


Publicado em: 30/10/2014
 

Um grave acidente envolvendo uma carreta e um ônibus na noite dessa quarta-feira (29) na BR-365, na altura do KM 27, em Montes Claros, município do Norte de Minas, deixou três pessoas e outras 18 feridas. Entre os mortos está pelo menos uma criança.

A colisão frontal entre os veículos aconteceu por volta de 21h. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o caminhão invadiu a contramão e bateu no coletivo, que fazia a linha Pirapora / Montes Claros.

Dez viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram socorro às vítimas.  Dez feridos foram encaminhados para a Santa Casa de Montes Claros. Conforme informações de um enfermeiro, que pediu para não ter o nome divulgado, um homem e uma mulher estão no bloco cirúrgico em estado grave.

“As outras vítimas estão em observação com fraturas e escoriações. Entre os pacientes estão dois meninos, que não tiveram as idades reveladas”, disse o profissional.

As outras vítimas foram levadas para o Hospital Universitário. O estado de saúde delas, assim como a identificação dos mortos não foram divulgados.

O ônibus pertence à empresa União. A reportagem de O TEMPO tentou contato várias vezes com algum responsável do local, mas ninguém foi localizado para comentar o caso.

“A pista estava molhada, mas não dá para afirmar se este é o motivo que provocou a perda da direção neste acidente”, explica o policial rodoviário federal, Wiris Alves.

Caminhão invadiu contramão de direção, diz PRF (Foto: Valdivan Veloso/G1)

Segundo o Samu, as vítimas fatais são o motorista do ônibus, de 57 anos, um homem e uma criança, que estavam na carreta, e ainda não foram identificadas. “Além das vítimas fatais, foram socorridas ainda 13 vítimas pelo Corpo de Bombeiros e Samu, e ainda duas pessoas que foram socorridas por terceiros”, afirma o instrutor do Samu, Ubiratan Lopes.

O policial militar Luiz Guilherme Neves também estava no ônibus e teve ferimentos leves. “Não deu para ver muita coisa. Tinha um pessoal agitado gritando, pedindo socorro. Ajudei como pude, pois é uma situação que nunca esperamos passar”, lamenta.

A dona de casa Roseline Gonçalves viajava com o filho de dois anos, que não sofreu ferimentos. “No corre-corre encontrei ainda outro bebê debaixo de um banco. Ninguém sabe ainda quem é mãe dele”, afirma.

Após três horas, totalmente interditada, parte da pista foi liberada

 

Fonte: http://www.otempo.com.br/

http://g1.globo.com/mg/grande-minas

 



Homem de 25 anos preso por trafico, após engolir várias pedras de crack em Araxá


Publicado em: 29/10/2014
 

A Policia Militar (PM) de Araxá, na madrugada de domingo 26 de outubro, por volta de 01h40, prendeu M.E.C de 25 anos, suspeito de tráfico de drogas e em sua residência foram localizados pedras de crack e vários aparelhos eletrônicos de procedência duvidosa no bairro São Pedro.

A PM durante patrulhamento rotineiro pela rua Manoel Francisco, no referido bairro, deparou com um individuo muito conhecido no meio policial pel pratica de tráfico de drogas, conduzindo seu veiculo Ford/Escort de cor azul e placa transitando pela via em atitude suspeita. Rapidamente os policiais militares deram ordem de parada ao mesmo, inclusive pelo alto falante da viatura policial para que o mesmo parasse seu veiculo, porem o mesmo não obedeceu a ordem dada pelos militares, e evadiu, sendo seguido pelos militares e abordado em seguida.

Durante a abordagem M,E.C reagiu e agrediu o militar soldado Nogueira, com chutes causando lesões corporais no militar, porem foi rapidamente contido pelos demais militares. Os militares ao verificar o individuo notaram que o homem em um ato desespero, engoliu uma grande quantia de pedras de crack, na tentativa de se desvencilhar do material ilícito em que carregava. Os militares após usarem de técnicas de imobilização e algemação, conseguiram conter o homem que estava exaltado e agressivo, sendo também resgatados cerca de ainda 25 pedras de crack, que foram retiradas de dentro de sua boca e ainda mais quatro pacotes mastigados pelo homem com resquícios de crack, também foi localizado a quantia de R$ 490,00 em cédulas de diversos valores, dinheiro este, provavelmente da venda do entorpecente.

Quando os policiais militares estavam encerrando as buscas no veiculo, o homem começou a passar mal devido a grande quantidade de droga ingerida por ele, de imediato os policiais militares deixaram o local da ocorrência e encaminharam M.E.C para o pronto atendimento municipal (PAM). Após o atendimento da médica responsável pela unidade de terapia intensiva naquele dia, M.E.C foi encaminhado a para a enfermagem onde passou por uma lavagem estomacal, sendo retirados grande quantidade de droga do intestino do homem.

Uma outra guarnição se deslocou até a residência de M.E.C localizada na rua Constantino Jose Silva, no bairro Pedra Azul e de posse das chaves localizaram no quarto do homem uma gaveta com vários resquícios crack, uma  balança de precisão também com resquícios de crack, uma espingarda de pressão, três aparelhos notebook sendo estes últimos possivelmente furtados uma vez que possuem fotos de outras pessoas idôneas e que podem ter sido usados como moeda de troca por usuários com M.E.C e ainda quatro aparelhos celulares.

Diante dos fatos o homem foi preso suspeito de tráfico de drogas, porem permaneceu no PAM de Araxá atendimento, sendo durante todo o tempo permanecido sob a quarda de um militar. Os produtos eletrônicos, juntamente com a droga e o dinheiro, foram apresentados ao delegado de plantão, que ratificou a prisão do mesmo, sendo que após a sua melhora ele foi encaminhado ao presídio de Araxá. O Homem é muito conhecido no meio policial e possui várias passagens por outros crimes e cumpriu pena no estado de São Paulo recentemente pelo crime de “trafico de drogas”.

 

fonte: Willian Tardelli.