Powered by WP Bannerize

Moradora de Patrocínio cai em golpe do bilhete premiado e perde 15 mil reais no centro de Patos de Minas

Publicado em: 16/05/2018
 

O golpe é bastante antigo, mas continua a fazer vítimas. Na tarde desta terça-feira (15), uma senhora de 59 anos acabou caindo no conto do bilhete premiado.

 

O crime começou em Patrocínio e terminou no Centro de Patos de Minas. A moradora da cidade de Patrocínio acabou perdendo R$15 mil ao entregar o dinheiro vivo para duas criminosas.

 

 

Nós conversamos com a vítima que trabalha em casa na cidade Patrocínio. Ela disse que vinha juntando o dinheiro há muito tempo. Segundo ela, foi abordada por uma mulher baixa dizendo estar com um bilhete lotérico premiado no valor de R$ 3 milhões.  No entanto, como era analfabeta, não conseguia retirar o prêmio. Então, ela pediu ajuda.

 

A comparsa chegou em seguida dizendo ser advogada. Para deixar a vítima mais iludida, na mesma hora, confirmou que o bilhete estava realmente premiado e que podia ajudar. Mostrando humildade, a criminosa disse que doaria para ambas a quantia de R$100 mil, o que até foi recusado pela comparsa que fingiu proceder o auxílio de coração.

 

No entanto, para dar o golpe, elas relataram que precisariam de uma quantia para fazer o resgate dos R$ 3 milhões. Foi aí que veio o golpe. Primeiro, a vítima sacou R$ 5 mil em Patrocínio. Em seguida, elas vieram para Patos de Minas, onde a vítima tinha uma conta bancária, e sacou mais R$10 mil para as bandidas.

 

Ao perceber o crime, a Polícia Militar foi acionada, mas já era tarde demais. O Sargento Lacerda tentou verificar junto ao banco o que poderia ser feito, mas como ela havia feito o saque e entregou o dinheiro vivo, nada pôde ser feito. O policial continua os rastreamentos no Centro da cidade para tentar identificar as estelionatárias.

 

O Sargento Lacerda faz buscas por imagens de câmeras de segurança que possam ter gravado as criminosas. Elas estariam em um veículo pequeno e preto. A vítima não conseguiu gravar a marca ou o modelo do automóvel. Os policiais alertam a população para ficarem atentos a estranhos, principalmente em situações que envolvam valores.

(Patos Hoje)