Powered by WP Bannerize

Megaoperação em Carmo do Paranaíba termina com 33 pessoas presas e farto material apreendido

Publicado em: 24/06/2017
 

A megaoperação de combate ao tráfico ilícito de drogas desencadeada na manhã desta sexta-feira (23) na cidade de Carmo do Paranaíba teve um resultado bastante expressivo. A chamada “Operação Alfa” prendeu 33 pessoas, sendo que 27 por mandado judicial e 6 prisões em flagrante. Vários crimes foram verificados e um vasto material foi apreendido.

 

A Operação Alpha foi conduzida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberaba e conta com o apoio da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), em especial da 10ª Região de Polícia Militar, sediada em Patos de Minas. O trabalho começou nas primeiras horas do dia e contou com a participação de três promotores de Justiça e de aproximadamente 100 policiais militares.

 

Um helicóptero da PMMG auxiliou os trabalhos. De acordo com o Gaeco do Ministério Público, a “Operação Alfa” é fruto de cerca de cinco meses de investigação. De acordo com a Assessoria de Comunicação do GAECO, foram presas 27 pessoas em decorrência de Mandado de Prisão Preventiva e durante o cumprimento dos Mandados de Busca surgiram outras 6 Prisões em Flagrante Delito.

 

A prisões ocorreram por tráfico de drogas, jogo do bicho e crime ambiental, em razão de manutenção de animal silvestre em cativeiro. Farto material foi apreendido, além de vários telefones celulares, tablets e pen drives. Resta o cumprimento de apenas 1 Mandado de Prisão, cujas diligências ainda estão em andamento. “O resultado demonstrou o alcance dos objetivos da operação”, destacou.

 

O trabalho não deve parar por aí de acordo com os coordenadores da operação. O material apreendido será analisado para robustecer a prova já colhida e se aferir a participação de novos membros da organização criminosa.

Autor: Farley Rocha