Homem de Lagoa Formosa atingido por golpes de machado em tentativa de latrocínio morre no hospital

Publicado em: 11/10/2017
 

O trabalhador Rural Damião Santos, que havia sido atingido com golpes de machado numa tentativa de latrocínio em uma fazenda, no município de Lagoa Formosa não resistiu e morreu nesta madrugada de terça-feira (10/10), no Hospital Regional de Patos de Minas. A vítima se encontrava internada em estado grave desde o dia 13 de setembro, quando supostos ladrões invadiram a propriedade rural e fizeram reféns duas pessoas. Damião foi golpeado pelos bandidos com machado e foi encontrado desacordado e com vários ferimentos na cabeça. A vítima era do estado da Bahia, mas residia em Lagoa Formosa há vários anos.

 

ENTENDA O CASO:

Um homem ficou gravemente ferido durante uma tentativa de latrocínio a uma fazenda na região de Sapé, na zona rural de Lagoa Formosa. O crime aconteceu por volta das 06h30 desta quarta-feira (13/09), quando dois homens encapuzados renderam o proprietário da fazenda e um ajudante. O fazendeiro foi localizado dentro de um buraco, amarrado e amordaçado. Já o funcionário foi hospitalizado com ferimentos graves em decorrência da brutalidade dos criminosos.

 

De acordo com informações da vítima, Carlos Roberto, 60 anos, ele e seu ajudante, Damião dos Santos, teriam chegado à propriedade no início da manhã, sendo que, assim que abriram a porta da casa foram abordados por dois indivíduos encapuzados e armados. Após anunciar o assalto, os bandidos amarram pés, mãos e ainda amordaçaram os dois homens. Em seguida, Carlos foi colocado dentro de uma “fossa” desativada e o buraco foi tampado com “pedras de muro”.

 

Já Damião dos Santos, foi levado para um barracão de serviços. No local foi atingido possivelmente por golpes de machado e amarrado em um objeto de madeira. Ele foi encontrado desacordado e perdendo muito sangue. Diante da gravidade dos ferimentos, os próprios militares que atenderam a ocorrência socorreram Damião até o Pronto Atendimento (PA), na cidade de Lagoa Formosa. Logo após ser atendida pela médica de plantão, a vítima foi transferida para o Hospital Regional, na cidade de Patos de Minas em estado gravíssimo. A hipótese do ferimento ter sido causado por arma de fogo também não foi descartada. 

 

Em conversa com a esposa de Carlos, ela disse que se encontrava em um velório no início da manhã, quando recebeu uma ligação que seria dos supostos assaltantes pedindo a quantia de R$30.000.00 em dinheiro, caso contrário iriam matar seu marido. Apavorada ela chegou a ir até uma agência bancária para tentar sacar o dinheiro, mas desistiu e acionou a Polícia Militar. Neste momento foi solicitado reforço policial em Patos de Minas. Ela foi juntamente com os militares para o local, onde encontraram seu marido dentro de um buraco amarrado e amordaçado.

 

Após socorrer a vítima que se encontrava em estado grave, os policias deram início a um intenso rastreamento pela região na tentativa de localizar e prender os suspeitos. Um dos autores teria sido identificado, mas nenhum acusado foi encontrado. A perícia da Policia Civil e o delegado Érico Rodovalho, responsável pela delegacia de Lagoa Formosa, estiveram no local para realizar os trabalhos técnicos e iniciar as apurações do fato. 

(patos1)