Powered by WP Bannerize

Grande BH poderá ter seu primeiro santo

Publicado em: 13/09/2018
 

Já com o sinal verde do Vaticano, celebração na Serra da Piedade dá início ao processo de beatificação de Monsenhor Domingos, responsável pela formação das primeiras professoras negras do Brasil. Processo abre caminho para futura santificação

 

A Região Metropolitana de Belo Horizonte poderá ter seu primeiro santo, e haverá festa, sábado, para celebrar o início do processo de beatificação de monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro (1843-1924), natural de Caeté e considerado, no século 19, um dos guardiões do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – padroeira de Minas Gerais. De acordo com informações da Arquidiocese de BH, o Vaticano já deu o sinal verde para a abertura do processo, que ocorrerá às 15h, na Basílica das Romarias, durante missa solene presidida pelo arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo. Nesse dia dedicado a Nossa Senhora da Piedade, será encerrado o jubileu, com expectativa de milhares de peregrinos.

 

O processo de beatificação de Monsenhor Domingos, como ficou conhecido, começa com a fase diocesana, em que serão reunidos documentos, relatos e outros elementos que comprovem as virtudes cristãs do sacerdote, apelidado de O Evangelista da Piedade. Concluída essa etapa, o processo é enviado ao Vaticano para a fase romana. Estarão presentes o postulador da Causa dos Santos da Santa Sé Apostólica, o italiano Paolo Vilotta, e as religiosas da Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade (Ciansp). Durante a abertura do processo, serão celebrados ritos próprios do Vaticano e específicos para esse tipo de cerimônia.

 

A partir de sábado, Monsenhor Domingos será chamado de Servo de Deus. Conforme os estudos,“ele passou a vida servindo a Deus e ajudando as pessoas”. De acordo com informações da Ciansp, por ele fundada, “sua existência foi admirável e sua pureza de costumes, os benefícios de suas obras apostólicas e a confiança na providência Divina diante dos sofrimentos, características predominantes”. Como reconhecimento a tanta benemerência, a Santa Sé lhe concedeu o título de monsenhor.

 

Em 1905, o papa Pio X destacou “a integridade, a tenacidade e o zelo religioso para com o ministério, a atividade missionária, o labor e o cuidado em favor dos pobres, órfãos e enfermos”. Monsenhor Domingos é lembrado também por saber juntar a santidade das obras à simplicidade da vida. “Era um protótipo de pureza e caridade pela luz e calor de sua alma. Trabalhou sem trégua e sem férias durante mais de meio século de sacerdócio.” O religioso cresceu frequentando o Santuário de Nossa Senhora da Piedade, entrou para o seminário de Mariana e foi ordenado padre em 1869.

 

VENTRE LIVRE Um dos feitos marcantes de Monsenhor Domingos foi acolher meninas libertas pela Lei do Ventre Livre em uma instituição de ensino criada pelo sacerdote aos pés do Santuário – o Asilo São Luís. Embora livres, essas crianças estavam em situação difícil, pois seus pais ainda eram escravos. Sensibilizado, e com o propósito de contribuir para a verdadeira libertação da população negra, o monsenhor criou o asilo em 1878, formando a primeira turma de professoras negras do Brasil, que continuaram o trabalho de formação das crianças no asilo.

 

Foi para garantir a continuidade da obra que o religioso criou a Ciansp, em 1892. Ainda hoje, a congregação se dedica ao santuário e à educação, a partir de uma rede de instituições de ensino, informa a Arquidiocese de BH. O sacerdote também foi o responsável por consolidar um período especial de grandes peregrinações (de julho a setembro) ao santuário, hoje conhecidas como Jubileu da Padroeira de Minas Gerais.

 

PROGRAMAÇÃO

Sábado

» 9h – Chegada dos peregrinos do Apostolado da Oração ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas
» 11h e 15h – Missas celebradas pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, na Basílica Estadual das Romarias
» 14h20 – Abertura oficial do processo de beatificação de monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro (1843-1924)
» 16h30 – Procissão saindo do alto da serra até o Recanto Monsenhor Domingos, aos pés da Serra da Piedade, transportando o sarcófago (com os restos mortais) do candidato a beato

(Portal Uai)