Powered by WP Bannerize

Em destaque

24 de junho – Dia de São João


Publicado em: 24/06/2018
 

O Dia de São João é comemorado anualmente em 24 de junho.

 

São João é conhecido como o “Santo Festeiro” e nesse dia são realizadas muitas festas conhecidas popularmente como Festas Juninas, comemorações marcadas por danças e pratos típicos.

 

Alguns símbolos bastante conhecidos nas celebrações são a fogueira, o mastro, os fogos, a capelinha, a palha, o manjericão, a quadrilha, entre outros.

 

Origem do Dia de São João

Existem duas possíveis explicações para a origem do termo Festa Junina. A primeira é pelo fato das comemorações ocorreram durante o mês de junho. Já a segunda teoria afirma ser uma homenagem direta a São João. No princípio, em alguns países da Europa, a festividade era chamada de Festa Joanina.

 

O Dia de São João é celebrado em 24 de junho por ser a data tradicionalmente atribuída ao seu nascimento.

 

São João é considerado o santo mais próximo de Cristo, pois além de ser seu parente de sangue, Jesus foi batizado por João nas margens do rio Jordão.

 

A Festa Junina de São João

Festa Junina

O São João é uma das principais figuras das festas juninas. O Dia de São João também é marcado pela culinária, com várias comidas e doces típicos, como:

  • rapaduras
  • amendoim
  • bolo de milho
  • cocada
  • curau
  • canjica
  • bolo de macaxeira / mandioca
  • paçoca
  • pé de moleque

Existem outros pratos que variam de acordo com a região brasileira em que é celebrado o São João.

Essas iguarias estão quase sempre presentes nas festas. Cidades do interior do Brasil, em especial, fazem festas mais típicas e possuem costumes bastante difundidos entre todos os habitantes, diferentemente do que acontece nas cidades grandes.

O Dia de Santo Antônio e o Dia de São Pedro também fazem parte das tradicionais Festas Juninas.

Receitas de comida típica para a Festa Junina

Arroz Doce (40 min / 6 porções)

  • 1 xícara de arroz arbóreo
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal
  • 1 litro de leite integrada
  • 4 canelas em casca
  • 1 cravo
  • Casca de laranja
  • 1/2 de leite condensado
  • Pé de moleque
  • Paçoquinha

Modo de Preparo:

Aqueça o leite e aromatize com as canelas, o cravo e casca de laranja a gosto. Quando o leite esquentar, reduza o fogo para não deixar ferver.

Em outra panela, derreta a manteiga e coloque o arroz. Mexa sem parar 1 ou 2 minutos em fogo baixo. Quando o grão começar a cozinhar, ele ficará transparente. Nesse momento, comece a adicionar o leite quente bem devagar.

Espere o líquido reduzir para acrescentar a próxima concha até o arroz ficar al dente. Tire os aromatizantes da panela com o leite, acrescente o leite condensado e misture bem.

Bolo de Fubá (1 hora / 12 porções)

  • 4 ovos
  • 2 xícaras de chá de açúcar
  • 2 xícaras de chá de trigo
  • 1 xícara de chá de fubá
  • 3 colheres de sopa de margarina
  • 1 xícara de chá de leite
  • 4 colheres de chá de fermento

Modo de Preparo:

Bata as claras em neve, acrescente o açúcar e misture bem. Em seguida, coloque as gemas, a margarina, o leite, a farinha de trigo e o fubá aos poucos. Misture bem, até obter uma massa lisa e homogênea.

Coloque por último o fermento e misture com uma espátula. Despeje a massa em uma forma untada e asse em forno médio (pré-aquecido) por aproximadamente 30 minutos.

 

 

VEJA TAMBÉM

NASCIMENTO DE JOAO BATISTA



17 de junho – Dia do Funcionário Público Aposentado


Publicado em: 17/06/2018
 

O Dia do Funcionário Público Aposentado é celebrado em 17 de junho.

O objetivo desta data é homenagear aos trabalhadores que dedicaram anos de suas vidas no cumprimento de suas funções públicas.

 

Um funcionário público é aquele que é subordinado diretamente a uma administração estatal, seja é municipal, estadual ou federal. Para construir uma carreira como funcionário público, o profissional deve concorrer ao concurso público que corresponde a função que pretende exercer.

 

Os funcionários públicos de todos os setores de serviços são essenciais para o funcionamento e organização do governo e sociedade de uma nação.

 

A aposentadoria desses profissionais simboliza o fechamento de um ciclo de dedicação, empenho e respeito.

 

Normalmente, como comemoração desta data, sindicatos e grupos de funcionários públicos promovem atividades em homenagem aos profissionais aposentados.

(calendarr)



16 de junho – aniversário de MYLENA


Publicado em: 16/06/2018
 

MYLENA,

 

 

Hoje é o seu dia especial,
Ele lhe permitiu viver mais um ano seguindo dignamente a palavra da verdade e da salvação,
Nunca estará só pois Ele está no voo livre do passarinho,
Está no mar,
Está na brisa que envolve nossas manhãs,
Está na chuva que cai sobre a terra,
No verde que cobre as serras,
No bem-te-vi e também no beija-flor.

 

Está sempre presente nas mentes dos homens de bem,
Está na luz que vem do além,
Está nos olhos da criança,
Está no sol que brilha,
Está na luz do dia,
Na força dos ventos e na madrugada fria.

 

Que esteja então também na sua fé, que te levará sempre em frente a brotar as suas sementes para o futuro, Ele é Jesus Cristo, o nosso salvador, filho de nosso Senhor que está a velar por você a cada dia que amanhece.

Feliz aniversário!!!

 

PARABENS, são os votos de todos nós do portal de notícias UAIGENTE!



13 de junho – dia de SANTO ANTÔNIO


Publicado em: 13/06/2018
 

Santo Antonio ou Fernando Antônio de Bulhões, seu nome de nascença,  nasceu em Lisboa, Portugal, em 15 de agosto do ano de 1195. De família nobre e rica, era filho único de Martinho de Bulhões, oficial do exercito de Dom Afonso e de Tereza Taveira. Sua formação inicial foi feita pelos cônegos da Catedral de Lisboa. Antônio gostava de estudar e de ficar mais recolhido.

 

Vida de Santo Antonio

Aos 19 anos entrou para o Mosteiro de São Vicente dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, contra a vontade de seu pai. Morou lá por 2 anos. Com uma grande biblioteca em mãos, Antônio avança na sua história pelo estudo e pela oração. É transferido para Coimbra, que é um importante centro de estudos de Portugal, ficando lá por 10 anos. Em Coimbra ele  foi ordenado sacerdote. Logo se viu o dom da palavra que transbordava do jovem padre agostiniano. Ele tinha conhecimento e grande poder de pregação.

 

O Padre Agostiniano torna-se frei Franciscano

Em Coimbra o Padre Antônio conhece os freis franciscanos, entusiasma-se pelo fervor e radicalidade com que estes viviam o Evangelho e, pouco depois, torna-se Frei Antônio, mudando-se para o mosteiro de São Francisco de Assis.

O Encontro de Santo Antonio com São Francisco de Assis

Santo Antonio faz o pedido de ir para o Marrocos pregar o evangelho e os Franciscanos permitem. No meio do caminho, porém, Frei Antônio fica muito doente e é forçado a voltar para Portugal. Na viagem de volta, o barco é desviado e vai para Itália, terminando por parar na Sicília, em um grande encontro de mais de 5 mil frades franciscanos chamado Capítulo das Esteiras. Lá, Antônio conhece pessoalmente São Francisco de Assis. A mão de Deus o tinha guiado por caminhos diferentes.

 

A luz deve brilhar para todos

Após conhecer São Francisco, Frei Antônio passa 15 meses como um eremita no monte Paolo. São Francisco enxerga os dons que Deus deu a ele, chama-o de Frei Antônio, meu Bispo e o encarrega da formação teológica dos irmãos do Mosteiro.

 

No capítulo geral da ordem dos franciscanos ele é enviado a Roma para tratar de assuntos da ordem com o Papa Gregório IX, que fica impressionado com sua inteligência e eloquência e o chama de Arca do Testamento.

 

Tinha uma força irresistível com as palavras e São Francisco o nomeou como o primeiro leitor de Teologia da Ordem. Em seguida, mandou-o estudar teologia para ensinar seus alunos e pregar ainda melhor. Juntavam-se as vezes mais de 30 mil pessoas para ouvi-lo pregar, e muitos milagres aconteciam. Após a morte de São Francisco, ele foi enviado a Roma para apresentar ao Papa a Regra da Ordem de São Francisco.

 

Milagres Santo Antonio

Protetor das coisas perdidas. Protetor dos casamentos. Protetor dos pobres. É o Santo dos milagres. Fez muitos ainda em vida. Durante suas pregações nas praças e igrejas, muitos cegos, surdos, coxos e muitos doentes ficavam curados. Redigiu os Sermões, tratados sobre a quaresma e os evangelhos, que estão impressos em dois grandes volumes de sua obra.

 

Falecimento

Santo Antônio morreu em Pádua, na Itália, em 13 de junho de 1231, com 36 anos. Por isso ele é conhecido também como Santo Antônio de Pádua. Antes de falecer nas portas de Pádua, Santo Antônio diz: ó Virgem gloriosa que estais acima das estrelas. E completou, estou vendo o meu Senhor. Em seguida, faleceu.

 

Os meninos da cidade logo saíram a dar a notícia: o Santo morreu. E em Lisboa os sinos das igrejas começaram a repicar sozinhos e só depois o povo soube da morte do Santo. Ele também é chamado de Santo Antônio de Lisboa, por ser sua cidade de origem.

 

Devoção a Santo Antonio

Aconteceram tantos milagres após sua morte, que onze meses após ele foi beatificado e canonizado. Quando seu corpo foi exumado, sua língua estava intacta. São Boaventura estava presente e disse que esse milagre era a prova de que sua pregação era inspirada por Deus. Está exposta até hoje na Basílica de Santo Antônio na cidade de Pádua.

 

Sua canonização foi realizada pelo Papa Gregório IX, na catedral de Espoleto, em 30 de maio de 1232, sendo o processo mais rápido da história da Igreja.

 

Em 1934 foi declarado Padroeiro de Portugal.

 

Em 1946 foi proclamado Doutor da Igreja pelo Papa Pio XII.

 

Oração  a Santo Antonio

Meu querido Santo Antônio dos mais carinhosos, o vosso ardente amor a Deus, as vossas sublimes virtudes e grande caridade para o próximo, vos mereceram durante a vida o poder de fazer milagres espantosos. Nada vos era impossível senão deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos imploramos que nos obtenhais a  graça especial que nesse momento pedimos. Ó bondoso e santo taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de simpatia pelos homens, segredai as nossas preces ao Menino Jesus, que tanto gostava de repousar nos vossos braços. Uma palavra vossa nos obterá  as mercês que pedimos.

 

Responsório de Santo Antônio.

Se milagres desejais

Recorrei a Santo Antônio

Vereis fugir o demônio

E as tentações infernais.

Recupera-se o perdido

Rompe-se a dura prisão

E no auge do furacão

Cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão

Foge a peste, o erro a morte

O fraco torna-se forte

E torna-se o enfermo são.

Todos os males humanos

Se moderam e retiram

Digam-no aqueles que o viram

E digam-nos os paduanos.

Rogai por nós Santo Antônio, para que sejamos dignos das promessas de Cristo.



12 de junho – Dia dos Namorados


Publicado em: 12/06/2018
 

O Dia dos Namorados é comemorado em 12 de junho no Brasil.

 

É muito comum nessa data a troca de cartões postais e presentes especiais, pelos casais que aproveitam para celebrar sua união. Além disso, muitos viajam ou planejam um jantar especial. Nesta data, os casais também agradecem o companheirismo e a dedicação entre ambos durante o ano todo.

 

Fora do Brasil, especialmente nos Estados Unidos e na Europa, o Dia dos Namorados é celebrado em 14 de fevereiro, data também conhecida como Dia de São Valentim (Valentine’s Day).

 

Origem do Dia dos Namorados

A data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia 13, Dia de Santo Antônio, conhecido por ser um santo português casamenteiro.

 

Santo Antônio é conhecido como protetor dos noivos, e é tradição em Lisboa celebrar um casamento coletivo no dia 13 de junho, na própria Igreja onde Santo Antônio nasceu.

 

Quem deseja casar, há várias simpatias para realizar no dia de Santo Antônio. Uma delas consiste em retirar o Menino Jesus que o santo carrega, prometendo só devolvê-lo depois que encontrar um marido.

 

Também colocar a imagem de Santo Antônio de cabeça para baixo, prometendo que só mudariam a posição quando Santo Antônio lhes arranjasse um marido. Estes rituais eram geralmente feitos na madrugada do dia 13 de junho.

 

No Brasil, a data surgiu no comércio paulista, quando o publicitário João Dória conheceu o Dia de São Valentim em uma de suas viagens ao exterior, e trouxe a mesma ideia para o Brasil, porém adaptada, e desde então passou de uma data apenas comercial, para uma data romântica e de comemoração.

 

O que os Solteiros Podem Fazer no Dia dos Namorados

As pessoas que estão solteiras não precisam ficar tristes, entediadas ou entrar em “depressão” no Dia dos Namorados. Mesmo sem ter a companhia de um namorado ou namorada, o Dia dos Namorados pode ser uma data bastante divertida para os solteiros, basta ter criatividade e, acima de tudo, amor próprio.

 

Entre várias sugestões de atividades para os solteiros fazerem no Dia dos Namorados, destacamos algumas:

  • Reunir seus amigos (as) solteiros (as) e fazer um divertido jantar em casa;
  • Ir ao cinema ver um filme (que não seja romântico);
  • Ir ao spa ou salão de beleza;
  • Dedique-se ao seu hobby favorito (jogar vídeo game, ler um livro, ver filmes, pintar e etc);
  • Saia com amigos ou amigas solteiros (as) para uma discoteca ou bar de solteiros;
  • Visite um parente que você não vê há muito tempo;
  • Vá acampar e fuja dos centros urbanos repletos de mensagens e referências ao Dia dos Namorados;

Acima de tudo, faça algo que te faça feliz!