Córrego Feio preocupa, Daepa prevê futuro difícil no abastecimento de água em Patrocínio

Publicado em: 12/08/2017
 

Crescimento da população e produção rural na região do manancial, preocupam gestores do sistema de abastecimento de àgua em Patrocínio

 

Córrego Feio vai ficando em situação vulnerável por exploração agrícola, crescimento da população e  pode ser problema a médio prazo. Por isso o Daepa – autarquia responsável pela água e esgoto em Patrocínio, volta a pensar em solução e  refletir sobre futuro do abastecimento de água em Patrocínio. Foi o que disse nesta sexta-feira, 11, o diretor do Daepa, Vanderlei Marra, em entrevista à TV Hoje.  (Assista à reportagem da TV Hoje).

 

CORREGO-FEIO-WADERLEI

Segundo ele, um dos sérios problemas que estã acontecendo no Córrego Feio, manancial que abastece à cidade, é a atividade agropecuária na região. De acordo com o diretor do Daepa,  os produtores trabalham legalmente, têm autorga, mas isso está prejudicando a comunidade, porque a água do Córrego Feio é usada para o consumo humano e, até agora, a única fonte com potencia para o abastecimento de Patrocínio. Outros fatores são: o crescimento populacional da cidade e a distribuição única – que provoca falta nos bairros da região Sul da cidade.

 

Outro problema apontado pelo diretor do Daepa, a inadimplência dos consumidores. “Que já melhorou muito, mas está longe do ideal”, ele pondera. E sem o pagamento do consumidor em dia, falta dinheiro para novos investimentos, garante o gestor.

 

Vanderlei Marra diz que está buscando soluções. Ele disse que vai tentar fracionar a distribuição tirando um setor para atender especificamente a Zona Sul da cidade, acabando de vez o problema daquela região. Pois, com a distribuição única, a água sai da estação de tratamento e vai chegando primeiro nos lugares mais próximos. “Nós vamos tirar uma rota da distribuição exclusiva para a região e sanar de vez o problema”, diz.

 

PALIATIVO. Mesmo assim, essa solução é paliativa. Vanderlei Marra não vê solução a não ser construir uma nova estação de tratamento e pontos de distribuição para resolver o problema por pelos próximos 20 anos.

 

Veja a entrevista na íntegra e belas imagens do Córrego Feio. CLIQUE AQUI OU NA IMAGEM ABAIXO PARA ASSISTIR À REPORTAGEM DA TV HOJE