Powered by WP Bannerize

Com R$ 35 milhões para receber do Estado, prefeito explica atrasos nos salários dos servidores

Publicado em: 06/07/2018
 

O chefe do executivo culpa a falta de repasses do Governo do Estado, que segundo ele deve cerca de R$ 35 milhões para o município de Patos de Minas.

 

O prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves reuniu a imprensa na manhã desta quinta-feira (05) para explicar o atraso no pagamento dos salários dos servidores. Os vencimentos, que vinham sendo depositados sempre no primeiro dia de cada mês, ainda não foram liberados. O chefe do executivo culpa a falta de repasses do Governo do Estado, que segundo ele deve cerca de R$ 35 milhões para o município de Patos de Minas.

 

Com os atrasos, a Administração Municipal não conseguiu reunir todos recursos. Do total de R$ 11 milhões necessários para pagar os salários dos cerca de 3.500 funcionários, ainda faltam R$ 3.580.000,00. Segundo o prefeito José Eustáquio, a expectativa é de que o pagamento para todos os servidores seja liberado até o dia 12 deste mês.

 

Segundo o prefeito José Eustáquio, o Governo Estado vem atrasando os repasses para a manutenção da UPA e do Samu desde 2016. Só com o setor de saúde, a dívida do Estado com a Prefeitura de Patos de Minas chega a R$ 28.861.217,51. O próprio município vem custeando os serviços para não deixar a população sem atendimento.

 

Mas o problema maior ocorreu na última semana, quando o Governo do Estado deixou de fazer os repasses de ICMS. Esse dinheiro seria usado para pagar os salários dos servidores. Segundo o prefeito José Eustáquio, existe previsão para chegada de recursos do FPM na próxima semana, o que será suficiente para quitar os salários.

 

Com a situação financeira complicada pelos atrasos nos repasses do Estado, o prefeito informou que vai adotar medidas de contenção de despesas para amenizar a situação.

 

(Patoshoje)