Câmara Municipal vai devolver mais de um milhão de reais a Prefeitura de Patrocínio

Publicado em: 07/12/2017
 

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Patrocínio, Thiago Oliveira Malagolli em entrevista a Difusora95 disse que será devolvido agora neste mês de dezembro para a Prefeitura algo entorno de um milhão e trezentos mil reais para uso da administração municipal. Segundo Thiago tem recebido diariamente ao longo deste ano, cobranças de servidores públicos de vários setores da administração municipal, tanto pessoalmente quanto por telefone, quanto ao reajuste salarial dos mesmos, e que não foi liberado pelo Executivo para 2017. Thiago informou ainda que tem despachado quase todos os dias com o prefeito Deiró Moreira Marra e entre os assuntos ele sempre questiona o prefeito, sobre o reajuste dos servidores. O presidente disse que diante as conversas com o prefeito, ficou definido que o recurso que será devolvido pelas economias feitas pela Câmara, será usado de forma exclusiva para o reajuste dos servidores.

 

Malagolli disse que não iria falar dos valores a serem reajustados, até pelo fato de ainda não ter recebido essa informação do prefeito, mas salientou que o prefeito pretende dar o reajuste de maior percentual para os servidores que ganham até dois mil reais e os demais percentuais escalonados de acordo com o valor salarial de cada servidor, porém, dados todos de forma simultânea. “A intenção do prefeito e dar um reajuste maior para quem ganha menos e depois outros percentuais para os demais salários. E ter a visão já pra frente, ou seja, para os próximos anos para que o servidor não venha ficar sem reajuste como neste ano” enalteceu o presidente.

“Sem o servidor público ficaria muito difícil para a administração municipal. Eles estão certos, pois estão cobrando é porque eles precisam mesmo deste dinheiro do reajuste, afinal tudo subiu gasolina, gás entre outros” disse Thiago.

 

O presidente embora não tenha informado os percentuais, comparou o reajuste dado pelo prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil que será de 2,5%, dizendo que o que vai ser repassado pelo prefeito Deiró em Patrocínio deve chegar a até três vezes mais que o de BH.

 

Ainda segundo Thiago, o projeto do reajuste dos servidores será votado na próxima semana, e se aprovado, os pagamentos já reajustados ocorrem em janeiro.

 

A reportagem da Difusora95 teve acesso nesta quarta-feira dia 06, a informações extraoficiais que dão conta de que os menores reajustes serão dados aos vereadores, prefeito e vice e aos secretários.

(José Antonio/Grupo Difusora.)