Powered by WP Bannerize

Atividades da Jornada do Patrimônio Cultural movimenta escolas

Publicado em: 25/08/2017
 

Dando continuidade as atividades da Jornada do Patrimônio Cultural em Patrocínio, durante os próximos dias os alunos de diversas escolas do município realizarão visitas guiadas aos bens tombados e aos prédios históricos da cidade.

 

Essa atividade faz parte do projeto de educação patrimonial “Guardiões da Memória” que tem como objetivo desenvolver nos alunos o sentido de conservação e preservação do nosso patrimônio cultural.

 

Na última segunda-feira (21), os alunos da Escola Municipal Honorato Borges visitaram a Estação Ferroviária e a Praça Matriz.

 

Balanço dos encontros do Patrimônio Cultural Imaterial

Os Encontros dos diversos grupos que compõem o Patrimônio Cultural Imaterial movimentaram a Jornada. Na cerimônia de abertura, na quinta-feira (17), os professores do Conservatório Municipal de Música interpretaram músicas do saudoso compositor patrocinense Paulinho Machado.

 

Na sexta-feira (18) a esplanada do Museu recebeu as apresentações de causos e violas. A participação da Cia Borboletas do Aquário trouxe músicas e contos com alusão a língua kalunga, dialeto usado pelos escravos que viveram em Patrocínio. E os professores do Projeto Arte Viva fizeram uma apresentação de dança ao ritmo da catira.

 

No sábado (19) foi a vez das apresentações dos grupos de capoeira, e em seguida de três ternos de congado, que resgataram um pouco da riqueza cultural deixada pelos negros em Patrocínio.

 

Encerrando o fim de semana cultural, se apresentaram também na Esplanada dos Museus, ternos de folias de reis e a Corporação Musical Abel Ferreira.

 

Para Eliane Nunes, Secretária Municipal de Cultura, a Jornada em Patrocínio alcançou seus objetivos. “Conseguimos aproximar a população do nosso patrimônio material, através do conhecimento dos nossos bens tombados com a realização do concurso fotográfico, palestras e as visitas. E, além disso, conseguimos a valorização do patrimônio imaterial, fazendo com que os grupos se apropriem desse espaço da esplanada dos museus” afirmou.

 

Ainda segundo Eliane, o êxito dessas atividades além do fomento a cultura, aumentará a pontuação do ICMS Cultural do município, o que gerará recursos que poderão ser revertidos na preservação dos bens e em novas ações de incentivo a cultura.