Powered by WP Bannerize

Assaltantes de ônibus são presos após troca de tiros e intensa perseguição policial próximo a Romaria (MG)

Publicado em: 11/01/2019
 

Equipes da Polícia Militar Rodoviárias foram acionadas pelo motorista da empresa Gontijo, linha de ônibus interestadual que fazia o trecho entre Goiânia a São Gotardo,  por volta das 03h de 10/01 que informou que na altura do endereço deste registro um veículo VW Gol se posicionou lado a lado com o ônibus na BR-365.

Os ocupantes, dois indivíduos não identificados, colocaram uma arma longa tipo espingarda e uma arma curta tipo pistola para fora do veículo, sinalizando para que o ônibus parasse. O condutor do ônibus, vendo que um posto de gasolina estava próximo, acelerou o veículo e adentrou em seu pátio. Os autores desistiram da ação e seguiram em frente.

As informações foram difundidas e um cerco foi montado. A viatura da Polícia Militar Rodoviária PMMG 21.053 que, estava posicionada na balança da MG-223, avistou o veículo suspeito passando em alta velocidade em sentido ao município de Estrela do Sul; porém, perdeu o contato visual com o veículo em um primeiro instante. Algum tempo depois, próximo ao distrito de Água Emendada, município de Estrela do Sul, os militares avistaram o veículo retornando logo atrás de outro ônibus interestadual da empresa União.

A viatura realizou manobra de retorno e aproximou-se do veículo. Ao sinalizar com luz intermitente e sinal sonoro para que o veículo parasse, este empreendeu fuga em alta velocidade. A guarnição policial, ao consultar a placa do veículo, teve como resposta que se tratava de um veículo roubado.

Os policiais realizaram aproximação para tentar abordar o Gol. Nesse momento, o indivíduo que estava como passageiro, colocou o corpo para fora da janela e começou a disparar contra a equipe policial, sendo obrigada a recuar para não ser alvejada. Foi realizada nova tentativa e novamente o passageiro efetuou disparos contra os policiais. Neste momento, houve reação por parte dos militares, que dispararam suas armas para a injusta agressão.

A viatura 25.731, de Monte Carmelo, juntou-se à perseguição no trevo da MG-223 avistou o veículo evadindo e a equipe da PRE  logo atrás. O veículo seguiu sentido a cidade de Romaria já pela MG-190. Cerca de 01 km à frente, os ocupantes do Gol frearam e entraram numa vicinal que circunda um milharal. Pararam o veículo e, percebendo que as viaturas pararam poucos metros à retaguarda, os autores desceram atirando contra os policiais. Estes, por sua vez, foram obrigados a reagir novamente para se defenderem e efetuaram mais disparos contra os criminosos. Neste momento também foi percebido que se tratava de três autores, não apenas de dois. 

Após a troca de tiros, os assaltantes correram e adentraram em meio a um milharal pertencente à fazenda Santa Bárbara. A área é extremamente extensa, medindo aproximadamente vinte e quatro quilômetros quadrados. Foi chamado reforço e várias outras equipes chegaram em cobertura, como  a aeronave Pegasus e a equipe ROCCA – Rondas Ostensivas Com Cães. Logo foi traçado um perímetro de buscas em torno do milharal para conter a fuga dos autores. 

Já pela manhã, por volta das 09h, um indivíduo foi visualizado, sorrateiramente, tentando sair do milharal na tentativa de acessar a rodovia. Nesse instante equipes policiais que estavam próximas conseguiram abordá-lo. Foi identificado como Raul Alves Sousa. 

Perguntado o que fazia ali, respondeu que fora furtar milho, mas não portava sacolas nem ferramentas. Perguntado onde morava, respondeu que morava em Uberlândia. Perguntado como chegara ali, respondeu, em princípio que fora a pé. Questionado se caminhara cem quilômetros para furtar milho, respondeu em seguida que havia ido de moto, mas não havia moto no local. O cidadão também usava roupas escuras iguais às roupas dos ocupantes do veículo. Após entrar em contradição por várias vezes, confessou que realmente estava no veículo que fora utilizado no crime e que era o motorista do veículo. Alegou que no interior do veículo tinha uma pistola .380 cromada e uma arma longa e quem portava a pistola era um indivíduo conhecido por “Papito” e este efetuou disparos contra a guarnição policial.

O autor alegou que não efetuou disparos contra os militares, apenas que foram seus colegas. Que fora procurado por dois indivíduos em Uberlândia, ocasião que fora proposta a empreitada criminosa e ele aceitou participar. Sobre seus comparsas, disse que um dos autores foi cidadão conhecido por “Papito” que é magro, alto e moreno claro. O outro, apenas sabe a seu respeito que é alto e moreno. Todos os envolvidos usavam vestimentas pretas e um deles uma camiseta amarela por baixo. Raul foi apresentado no pronto atendimento onde foi examinado e liberado.

Por volta de 15 horas, foi abordado o autor Wuilton Douglas Rodrigues Fagundes, próximo ao trevo da cidade de Romaria, que apareceu em uma fazenda pedindo água e estava muito sujo e com várias escoriações pelo corpo provenientes de sua fuga pelo milharal e cafezais da região. Alegou que estava dentro do veículo na parte do banco traseiro e que abaixou-se no momento da tentativa de abordagem e alegou que dentro do veículo tinham duas armas de fogo, uma pistola calibre .380 e uma espingarda calibre .20. Segundo Wuilton em meio ao milharal enterrou a espingarda calibre .20, porém após buscas no local indicado esta não foi localizada.

Por volta das 18 horas, na MG 223, a Sala de Operações recebeu ligação via 190 de um fazendeiro alegando que um indivíduo estava escondido em meio ao milharal. Foi procedida a abordagem e constatou ser Daniel Santos Souza Silva. Alegou que estava no veículo e que no momento da abordagem fugiu  em meio ao milharal e que os ocupantes portavam uma pistola .380 e uma espingarda. 

O autor conhecido por “Papito” ainda está foragido. As armas não foram localizadas em meio ao extenso milharal.

Durante a operação foi visto entrando e saindo do milharal um veículo Honda Civic, cor preta, placa KXL-0212, na intenção de dar fuga aos autores. Ao perceberem a presença das viaturas o veículo evadiu, não sendo localizado. Foi acionado cerco das cidades circunvizinhas, sendo este abordado na cidade de Uberlândia, no bairro Morumbi, frente a uma casa onde segundo informações do autor Wuilton havia um veículo Peugeot/ 307, cor prata, placa HCU-5880, produto de roubo, sendo este veículo localizado e apreendido. Tais indivíduos foram identificados e presos, sendo Lucas Silva Oliveira, Christian Willian de Souza e Douglas Henrique Caixeta de Souza.

Os seis autores foram presos, informados de seus direitos constitucionais, encaminhados para atendimento médico e conduzidos ilesos até a Delegacia de Polícia de Patrocínio. Foi apreendido um projétil calibre .380 que foi localizado próximo ao pára-choque da primeira viatura onde houve a primeira troca de tiro e diversos materiais descritos em campo próprio como touca ninja, dois celulares, carregadores e roupas. Um sétimo autor foi preso hoje de manhã próximo ao Posto Santa Fé.

Os veículos Honda Civic e Peugeot foram direcionados para o pátio Gran Parking de Uberlândia e o veículo Gol foi direcionado para o pátio Auto Socorro Vilela, em Monte Carmelo. Não houve vítimas decorrentes dos disparos.

Durante a operação foi obtido apoio da aeronave Pégasus de Uberlândia, das ROCCAs do 15º BPM e do 9º BPE e das viaturas do 46º BPM, 10ª CIA RV e 10ª CIA MAMB.

Após levantamentos preliminares, foi constatado que o veículo utilizado no crime foi roubado em Uberlândia em 14/12/2018, conforme descrito no REDS 2018-055555761-001. Também que o mesmo veículo foi utilizado na prática de um roubo contra um ônibus da empresa União, em 28/12/2018, conforme REDS 2018-057679473-001. Todavia, existem outros relatos de roubos tentados e consumados contra outros ônibus na região de Monte Carmelo no último mês, ocasiões em que foram mencionadas a participação de um veículo com as mesmas características.

As guarnições policiais ainda se encontram no cerco para localizar, identificar e prender o quarto autor conhecido como “Papito”, que foi preso hoje de manhã próximo ao Posto Santa Fé.

Participaram da operação militares das seguintes Frações: 09 militares da 10ª Cia PM Rv; 02 militares da 10ª Cia PM MAMB; 15 militares da 157ª Cia PM/46º BPM; 05 militares da 265ª Cia TM/46º BPM; AERONAVE PEGASUS ; Setor de inteligência do 17º BPM – Uberlândia; 12 viaturas caracterizadas e  03 viaturas descaracterizadas.

Presos:

Raul Alves Souza de 22 anos de Goiatuba Goiás 
Wilton Douglas Rodrigues Fagundes de 18 anos Uberlândia 
Daniel San Sousa Silva 30 anos Santa Minas Gerais 
Lucas Silva Oliveira 28 anos de Uberlândia 
Douglas Henrique Caixeta de Souza 20 anos Coromandel 
Christian Willian de Souza 21 anos Uberlândia
E o último preso que estava foragido é Lucas Adriel Martins Sabino

Quatro desses autores foram presos por roubo tentado e troca de tiros, presos e  autuados por Roubo tentado, tentativa de homicídio contra os militares, resistência, formação de quadrilha.

Os três autores que tentaram dar fuga aos autores acima., foram presos na cidade de Uberlândia em um veículo Honda Civic, cor preta, placa KXL-0212, que foi apreendido. 02 veículos produto de roubo apreendidos,  sendo o VW Gol utilizado na ação e um veículo Peugeot/ 307, cor prata, placa HCU-5880, produto de roubo apreendido na casa de um dos autores na cidade de Uberlândia, após informações colhidas no local da operação.

LEIA TAMBÉM: Após tentativa de roubo a ônibus de passageiros bandidos trocam tiros com militares e fogem pelo mato abandonando veículo roubado

Os suspeitos acima foram presos próximo ao local dos fatos, no município de Iraí e Romaria e os de baixo, já em Uberlândia. O de amarelo abaixo, foi o último a ser preso próximo ao  Posdto Santa Fé.