Powered by WP Bannerize

Aftas – o que são, causas e como evitar

Publicado em: 08/12/2016
 

Aftas são feridas ou inflamações bastante incômodas no interior da boca, podendo aparecer na mucosa, lábios, gengiva, garganta e até a úvula. Tem um formato arredondado ou oval, com cor amarelada ou branca e rodeadas por uma área avermelhada, normalmente sendo rasas e sem a presença de pus.

 

 Ao contrário do que muitas pessoas pensam, as aftas não são contagiosas. Esse pensamento surge porque muitos a confundem com herpes bucal, mas a herpes é mais comum na parte de fora da boca, enquanto as aftas só aparecem em seu interior. A afta é uma ferida considerada limpa, pois não é causada por bactérias nem fungos, portanto não pode ser transmitida.

 

Grande parte da população já teve aftas pelo menos uma vez na vida e 20% das pessoas têm aftas recorrentes. Mesmo sendo lesões benignas, por serem reações do organismo para não expor a mucosa, elas podem ser muito incomodas e atrapalhar a alimentação e fala.

 

Elas também podem aparecer no esôfago e na parte superior do estômago, sendo causadas por outras doenças que necessitam de um acompanhamento médico mais detalhado e específico.

 

Causas

As causas para a afta são muito diversas e dependem muito da alimentação e hábitos de cada indivíduo. As principais causas relacionadas com o surgimento das aftas são:

  • Baixa imunidade
  • Doenças inflamatórias
  • Estresse emocional
  • Deficiência de ferro, de vitamina B12 e de ácido fólico na dieta
  • Mudanças hormonais
  • Alergias a alimentos
  • Alimentos muito ácidos, doces ou condimentados
  • Má higienização da boca

 

Fatores de risco

Como as causas da afta são incertas, é necessário atentar-se para os fatores de risco para o surgimento de aftas, para melhorar a sua prevenção:

  • Idade: Aftas tem uma tendência maior entre crianças e adolescentes, diminuindo sua tendência na idade adulta.
  • Imunidade baixa: Doenças que acometem o sistema imunológico e alguns remédios podem facilitar o surgimento de aftas.
  • Diabetes: pessoas com diabetes, que não fazem acompanhamento podem possuir altas taxas de açúcar na saliva, encorajando o surgimento de aftas.
  • Problemas de saúde: alguns problemas de saúde, como a má alimentação, acidez estomacal, a anemia e a falta de vitaminas podem causar aftas.
  • Boca seca: seja por desidratação ou por conta da xerostomia, a boca seca é o ambiente ideal para o crescimento de fungos que podem provocar as feridas.
  • Fumo: o tabagismo também é um dos fatores de risco, pois provoca boca seca e o calor pode auxiliar em lesões
  • Hereditariedade: a tendência para aftas pode ser hereditária

Tratamentos

O tempo normal da duração das aftas é de, em média, uma a duas semanas. Elas se curam sozinhas sem deixar cicatrizes se forem pequenas e não estiverem em áreas de atrito frequente com os dentes e alimentos.

 

Para aftas muito incômodas ou insistentes, pode-se realizar bochechos com medicamentos anti-inflamatórios, analgésicos, aplicação de pomadas ou medicamentos para reduzir a acidez do estômago.

 

Para acelerar o tratamento ou a recuperação de aftas, é recomendado que se evitem alimento muito ácidos, salgados ou doces, realizar uma boa higiene bucal, com escovas de cerdas macias e de forma delicada e reduzir o sal na alimentação.

 

Prevenção

Pequenas atitudes podem diminuir as chances do surgimento de aftas. Conheça as principais:

  • Tenha uma boa higiene bucal
  • Evite a placa bacteriana com enxaguantes bucais
  • Consuma iogurtes que contenham lactobacilos vivos
  • Vá ao dentista regularmente
  • Cuidado com a alimentação
  • Evite o consumo exagerado de açúcar.Você já teve aftas? Conte para nós qual foi o tratamento que você realizou.

*** http://invisalign.com.br