A história de OSMANO & MANITO

Publicado em: 08/02/2018
 

Osmano e Manito; Osvando de Noronha “Osmano” e Olivar Noronha “Manito”, são irmãos, filhos de Calixto Ferreira de Noronha e de D. Benevenuta Furtado da Silva, o pai é de Patos de Minas, nascido no Distrito de Areado; e a mãe de Carmo do Paranaíba, onde também nasceram Osmano e Manito na zona rural daquele município, sendo certo que o primeiro nasceu na Fazenda Serrinha e o segundo na Fazenda Gordura.

 

Ainda meninos, a família mudou-se para o município de Patrocínio, onde Osmano e Manito iniciaram suas atividades musicais, tendo se apresentado pela primeira vez na então ZYW-8 Rádio Difusora de Patrocínio-MG.

 

Em 1962 os irmãos utilizando seus nomes de batismo,ou seja, Osvando e Olivar se inscreveram e participaram da Roda de Violeiros promovida pela ZYB4-Rádio Clube de Patos, e a nível regional contou com nada menos que 78 (setenta e oito) conjuntos musicais considerando duplas e trios, realizadas duas etapas eliminatórias e uma finalissíma tendo a dupla sagrado-se campeã, cujo o evento ocorreu no dia 24 de maio de 1962 no auditório da Radio Clube de Patos; o titulo de campeões do Alto Paranaíba, rendeu a dupla um contrato de 06 (seis) meses com a emissora, para aos domingos se apresentar no programa Roda de Violeiros.

 

Em janeiro de 1963 a dupla decidiu ir para São Paulo, e através do saudoso Nenete e Dorinho, foram apresentados ao NHÔ ZÉ que incontinente inseriu a dupla no Programa ALVORADA CABOCLA da Rádio Nacional (atual Rádio Globo de São Paulo); onde permaneceu cantando no horário de 5:30 às 6:00 horas da manhã sendo apresentados ora por NHÔ ZÈ ora pelo Zé Russo.

 

Osmano e Manito, que já gravaram 12 (doze) Long Plays, entre outras nas gravadoras Califórnia, Continental e Som Livre, nas décadas de 70 e 80 ocupou espaços entre as melhores duplas do Brasil a exemplo de Milionário e José Rico, Trio Parada Dura, Lourenço e Lourival, Léo Canhoto e Robertinho, João Mineiro e Marciano e outros da época, prova disso foram as inúmeras participações da dupla nos programas sertanejos de São Paulo, como Linha Sertaneja Classe “A” da Rádio Record apresentado por Zé Bétio e Zé Russo, participação do 5º Festival Record da Musica Sertaneja promovido pela Rádio Record e realizado no Ginásio do Ibirapuera em São Paulo;cujos os troféus e diplomas ali conquistados em diversos outros eventos artísticos, em maio ultimo a dupla comemorou os seus 44 anos de estrada e viola, dedicados à musica sertaneja.

 

Para brindar os fãs Osmano e Manito lançaram em 2004 o CD cujo título é “Meu Sertão é Saudade” no qual estão inseridas 19 faixas sendo um poema e 18 musicas entre elas algumas antigas tais como: Escuta Minha Canção o maior sucesso da dupla; Boiadeiro Errante, Mourão da Porteira, Boiadeiro de Goiás, Viola de Pinho, Meu Sertão é Saudade e Passa a Bandeira no Povo de autoria da dupla, sendo que nesta ultima Osmano e Manito prestam homenagem a Zé Mulato e Cassiano autores da musica Sereia de Água Doce, e ao grande violeiro mineiro Chico Lobo, todos parceiros e verdadeiros defensores da autêntica musica sertaneja, caipira, raiz, ou como queiram chamá-la.

(Patosemdestaque)

 

ALGUNS VÍDEOS DA DUPLA

 

 

 

FOTOS DA DUPLA OSMANO E MANITO

Resultado de imagem para imagens de osmano e manito

Resultado de imagem para imagens de osmano e manito

 

Resultado de imagem para imagens de osmano e manito

 

Resultado de imagem para imagens de osmano e manito

Resultado de imagem para imagens de osmano e manito